Croissants










Estes croissants não são de massa folhada (ela sabe muito bem, mas faz muito mal), são de massa fofa, quase massa de bolo (há muitas pastelarias e hipermercados que os vendem)... e o resultado final é surpreendente, obtive uns croissants maravilhosos, que até se comem assim, simples, sem mais nada...de tão bons que são.
Amei estes croissants, com fiambre e queijo então...hum...

Eu enrolei os croissants à maneira francesa e fiz uma espécie de passo a passo para perceberem como fiz.



4 xícaras de farinha
1 saqueta de fermento em pó (ou 15 g de fermento fresco)
1/2 xícara de óleo
2 colheres de sopa de açúcar
1 colher de chá de sal
1 xícara de leite morno
1 ovo


Pincelar:
1 gema
3 colheres de sopa de leite



Leve o leite a aquecer e junte o fermento, mexa e aguarde que se dissolva completamente.
Num recipiente largo junte os restantes ingredientes, envolva bem e junte o leite com o fermento. Amasse bem até obter uma massa elástica e homogénea. Tape bem com panos e deixe repousar por 1 hora, até dobrar de volume.
Divida a massa em duas partes iguais. Reserve. Coloque a massa numa bancada enfarinhada e estenda-a com o rolo da massa de modo a formar um rectângulo. Com uma faca ou cortador de pizza faça triângulos longos, uns após os outros.
Vire para si, a parte mais larga do triângulo, e pressione no bico (da parte mais fina), esticando-o um pouco. Comece a enrolar pela parte mais larga até chegar ao bico.
Coloque os croissants em cima de uma tabuleiro com tapete de silicone ou papel vegetal, ficando o bico virado para baixo. Tape com um pano e deixe levedar por mais 30 minutos.
Após este tempo, bata a gema de ovo com as 3 colheres de leite e pincele os croissants.
Leve ao forno pré-aquecido a 180º por 20 a 25 minutos.