Pastelinhos de Feijão-Verde











Esta é uma receita de família tão antiga que ninguém sabe exactamente a sua origem. Provavelmente inspirada nos peixinho-da-horta e nos pasteis de bacalhau, e fazendo uma fusão dos dois, esta receita é simplesmente fantástica e deliciosa.





500g de feijão-verde
150g de farinha
2 ovos grandes (ou 3 pequenos)
1 colher de sopa de azeite
1 colher de sopa de vinho branco
1 colher de chá de fermento em pó
sal e pimenta branca q.b.
bicarbonato de sódio q.b.
óleo para fritar q.b.





Apare as pontas dos feijões, retire-lhes os fio e corte-os em pedacinhos finos.
Num tacho com água a ferver temperada com bastante sal e uma pitada de bicarbonato de sódio, coza o feijão-verde até estar tenro. Escorra-o bem e reserve.
Num recipiente junta-se a farinha, os ovos, o azeite, o vinho branco, o fermento em pó sal e pimenta branca. Misture muito bem com uma colher de pau até obter um creme grosso e homogéneo (se for necessário acrescente mais um pouco de farinha). Acrescente o feijão-verde escorrido e envolva bem. E deixe repousar tapado por meia hora.
Ao fim deste tempo, coloque o óleo a aquecer e quando estiver bem quente adicione os pastelinhos com a ajuda de duas colheres de sopa, fazendo assim o formato clássico dos pastéis de bacalhau. Deixe fritar de ambos os lados até ficarem lourinhos e deixe escorrer sobre papel absorvente. Sirva quente ou frio.