Aguardente de Medronho






O Medronheiro, árvore que produz o fruto medronho que depois de fermentado resulta numa aguardente, é uma espécie muito comum em toda a Península Ibérica. No entanto, é na região Algarvia que existe em abundância.  
O seu fruto, uma baga de forma esférica e cor vermelha quando madura, é colhida no Outono e dá origem à aguardente.




5 partes de fruta
1 parte de água
1 garrafão fechado

 
Comece por lavar o medronho e depois retirar-lhe o pé. Coloque-o num recipiente e com uma colher de pau desfaça-o completamente até obter uma polpa espessa. Junte a água e envolva bem. Num garrafão de vinho (daqueles fechados em que não entra luz) coloque a mistura de medronho e agite bem. Feche bem o garrafão com uma rolha de cortiça e depois fita cola em torno da mesma. E guarde o garrafão em lugar escuro durante 60 dias, em que deverá agitar muito bem o garrafão durante todos eles, uma vez ao dia. Deste modo obterá uma fermentação natural.  Ao fim deste tempo deve coar muito bem o líquido e voltar a colocar no garrafão (previamente lavado). Em seguida deve ser guardado durante sessenta dias e bem protegido do ar.