Folar de Vouzela
















O folar é tradicionalmente o pão da Páscoa em Portugal, confeccionado com uma base de leite/água, ovos e farinha. No entanto, a forma, o conteúdo e a confecção varia conforme as regiões de Portugal e vai desde o salgado ao doce, nas mais diversas formas. Sendo os salgados recheados com charcutaria e os doces com ervas aromáticas e especiarias. Em algumas receitas é encimado por um ovo cozido com casca.
O exemplo que aqui indico, é o de um folar doce recheado e envolvido por uma mistura de açúcar e manteiga que nos lembrará o sabor de caramelo. Este, é tradicional de Vouzela, uma vila portuguesa do distrito de Viseu.



Massa:
600 g de farinha
40 g de fermento de padeiro/levedura
200 ml de leite morno
1 colher de café de sal fino
3 ovos grandes
100 g de açúcar
75 g de manteiga derretida
Raspa de casca de 1 limão ou laranja

Recheio e cobertura:
60 g de manteiga derretida
8 colheres de sopa de açúcar
Ovo batido (para pincelar)
Açúcar (para polvilhar)


Ás 600g de farinha retire 200g. Reserve ambas.
Forre 2 tabuleiros de ir ao forno com papel vegetal untado com margarina e polvilhado com farinha. Reserve.
Amorne o leite e a ele adicione o fermento, aguardando que este se dissolva. A esta mistura junte as 200g de farinha que reservou e amasse até obter uma massa elástica (se for necessário junta mais farinha, retirando-a da que reservou). Faça uma bola com a massa e deixe levedar por 15 minutos, em lugar aquecido e bem tapada com um pano.
Misture os ovos com o açúcar, o sal, a manteiga derretida e a raspa de limão ou laranja, mexa bem. Junte esta mistura à massa do fermento (a que esteve a levedar) amassando bem e juntando-lhes a restante farinha que havia reservado.
Amasse tudo muito bem até que a massa se despegue do recipiente. Amasse trazendo a massa para o centro e pressionando-a com a mão fechada. Amasse também, batendo com a massa sobre uma superfície, pois a massa tem de ser muito bem batida pois é assim que vai enxugando até se descolar do recipiente e das suas mãos (se for necessário junte mais um pouco de farinha).
Faça uma bola com a massa, coloque-a num recipiente, polvilhe-a com farinha, tape-a com um pano e coloque num local morno (eu coloquei dentro do microondas fechado e desligado). Deixe levedar até duplicar de volume (cerca de duas horas).
Após este tempo divida a massa em duas partes iguais. Pegue numa porção da massa, amasse-a mais um pouco e estenda-a com um rolo de modo a fazer um rectângulo com 35cm de comprimento e 20cm de largura. Com a mão, puxe a massa no centro do rectângulo e de modo a fazer uma aba ao centro de um dos lados (a aba deve ter cerca de 7-10cm).
Entretanto, derreta a manteiga e pincele parte dela na massa, polvilhe com 2 colheres de açúcar (cheias) e enrole a massa como se fosse uma torta (começando a enrolar pela aba), apertando-a muito bem ao enrolar. Arranje as pontas, fechando-as bem e dê à massa a forma de uma ferradura (ou meia-lua). Coloque a massa no tabuleiro que preparou, tape com um pano e deixe levedar por mais 1 hora, tapada com um pano e num local morno (eu coloquei dentro do microondas fechado e desligado). 
Execute o mesmo processo para a outra porção de massa.
Pré-aqueça o forno a 200ºC.
Após este tempo, pincele a superfície e laterais da massa com manteiga derretida e polvilhe abundantemente com açúcar. Leve ao forno, cada um dos folares individualmente, durante cerca de 30-40 minutos, se alourar demais muito depressa diminua o calor do forno ou coloque uma folha de alumínio por cima, faça o teste do palito para verificar a cozedura.


Nota: Rende 2 folares grandes.