Cheesecake de Maracujá com Aveia Torrada
















200ml de natas
150g de queijo mascarpone
100g de açúcar (75g+25g)
1 colher de chá de sumo de limão
80g de flocos de aveia
50g de manteiga/margarina amolecida
6 maracujás roxos
1/2 colher de chá de açúcar
6g de gelatina em pó (usei da marca Vahiné)



Forre o fundo de uma forma de aro amovível de 20cm de diâmetro com papel vegetal.
Misture a aveia com a manteiga/margarina e 25g de açúcar, amasse muito bem até obter uma espécie de massa. Forre o fundo da forma com este preparado e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 10 minutos ou até dourar ligeiramente. Retire do forno, deixe arrefecer e reserve.
Leve as natas ao congelador 20 minutos antes de as usar e bata-as, com o sumo de limão, em chantilly firme. 
Entretanto, junte as 6g de gelatina a duas colheres de sopa de água fria e aguarde 3 minutos. Misture o queijo mascarpone com as natas e o restante açúcar (75g), envolvendo bem. 
Retire a polpa aos maracujás e coloque-a num recipiente pequeno que possa ir ao lume, acrescente 1/2 colher de chá de açúcar e cerca de 1/3 de colher de chá da gelatina que hidratou e envolva. Reserve.
Leve a restante gelatina a banho-maria para dissolver-se completamente e, quando isto acontecer, junte-a ao preparado de queijo e natas, envolvendo muito bem.
Verta o creme sobre a base de aveia, alise a superfície e leve ao frigorífico por 3 horas.
Após este tempo, leve o preparado de maracujá e gelatina ao lume e mexa por alguns segundos (verificando que tanto o açúcar com a gelatina estão completamente dissolvidos). Deixe arrefecer um pouco e verta sobre o cheesecake, levando novamente ao frigorífico por mais 2 horas.
Quando completamente solidificado, desenforme, decore a gosto e sirva.




Para acompanhar esta sobremesa, recomendo:




Porto Vintage 2000 - Quinta do Estanho

Vinho do Porto de excepcional qualidade, de uma só colheita oriunda de uvas tintas das castas Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca e Tinta Rorriz especialmente selecionadas.
Verificado com especial rigor, envelhece em tonéis durante 2 anos e posteriormente em garrafa.

Notas de Prova: Retinto e encorpado, de aroma e paladar muito finos.










Aqui está o produto fantástico que usei na preparação deste cheesecake.


O meu muito obrigada à Vahiné e Quinta do Estanho pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.