Jambalaya de Frango e Chouriço



















Jambalaya é uma espécie de paella típica de Nova Orleans e é um exemplo da contribuição que a cultura espanhola e francesa acrescentaram à cultura negra de Louisiana.
Na verdade, esta surgiu pela tentativa espanhola de recriar a paella no "Novo Mundo" e onde, a sua cultura, se mistura com a dos nativos. Contudo, nessa altura, a influencia francesa fortalece-se e chegam as especiarias vindas das Caraíbas. Especiarias estas, que mudam esta nova paella, tornando-a num prato único e de sabores inconfundíveis.
Em Louisiana, nos dias de hoje, este prato evoluiu e dividiu-se em três diferentes tipos; Jambalaya Crioula ou Vermelha, Cajun Jambalaya ou Castanha e a Jambalaya Branca.
Todos eles são diferentes, mas tendo em comum a sua origem e muitos dos seus ingredientes, tais como o arroz, especiarias, frango, chouriço, tomate e/ou marisco.
O prato que aqui apresento, é uma Jambalaya Crioula, mas também é conhecida como Jambalaya Vermelha devido à cor que apresenta e que é originada pela grande quantidade de tomate adicionado.




250g de arroz agulha (usei Bom Sucesso)
500g de peito de frango, em cubinhos
1 chouriço de carne
1 pimento vermelho
1 colher de sopa de azeite (usei o azeite biológico Ervas da Zoé)
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
400g de tomate, reduzido a puré
2 colheres de sopa de Compal da Horta Refogado
500ml de caldo de galinha
1 colher de sopa da mistura de especiarias
Sal e piripiri q.b.

Mistura de especiarias Crioula/Cajun:
1 e 1/2 colher de café de paprika
2 colheres de café de sal
1 colher de café de alho em pó
1 colher de café de cebola em pó
1 colher de café de oregãos ( usei da marca Ervas da Zoé)
1 colher de café de tomilho
1 pitada de pimenta de Cayenne



Comece por cortar o peito de frango em cubinhos e a tempere-o com sal, reservando-o por 30 minutos.
Num tacho largo, aqueça o azeite e salteie os pedacinhos de frango, de ambos os lados, e até alourarem. Transfira-os para um prato e reserve.
Adicione a cebola picada ao tacho e deixe-a amolecer um pouco, acrescente os dentes de alho picados, o pimento em tirinhas e o chouriço em rodelas. Envolva bem, deixe cozinhar um pouco e adicione uma colher de sopa do tempero Crioulo que preparou. Mexendo ocasionalmente, cozinhe durante 5 minutos e junte-lhe a carne, o Compal da Horta refogado e o tomate, cozinhando, com o tacho tapado, até que esta se encontre quase no ponto.
Nesse momento, adicione o caldo de galinha, deixe ferver e junte o arroz que deve deixar cozer normalmente. Rectifique o sal e o piripiri e sirva polvilhado com tomilho fresco.


Nota: Pode usar a mistura de especiarias que sobejar para temperar frango.



Para acompanhar este prato, recomendo:








Dona Ermelinda Tinto 2010 D.O. Palmela 

Castas: 70% Castelão, 15% Cabernet Sauvignon, 15% Touriga Nacional

Notas de Prova: Vinho de cor vermelho escuro, granada, aroma bem conjugado com a madeira, confitado, rico em frutos vermelhos muito maduros, bem conjugado com a madeira, cheio, complexo, com taninos muito redondos, final de boca prolongado e agradável.








Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à CompalErvas da ZoéBom Sucesso e Casa Ermelinda Freitas pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.