Parceria com Gumelo









A Gumelo é uma empresa de Almeirim que criou a fórmula que permite produzir cogumelos a partir da borra de café. 
Devidamente compactado numa gira embalagem em cartão, nascem cogumelos, no espaço de 10 a 20 dias. Para que isso aconteça, basta seguir as instruções que se resumem a destacar uma janela e vaporizá-la duas vezes por dia com água, sendo essencial que a mesma esteja num local iluminado mas sem luz solar directa.




João Cavaleiro (biólogo), Tiago Marques (designer de comunicação) e Rui Apolinário (licenciado em ciências farmacêuticas), são estes os três fundadores da Gumelo. 
Foi durante o percurso académico em biologia, que João Cavaleiro começou a desenvolver um interesse particular pelos cogumelos. Este, resolveu tentar por si próprio criar uma fórmula que permitisse produzir cogumelos a partir da borra de café. Depois de mais de dois anos de pesquisa intensa e muitas experiências, conseguiu criar um substrato estável para produzir cogumelos, constituído exclusivamente por borra de café. A meio deste processo, João percebeu que a sua descoberta poderia ser o ponto de partida para um projecto empresarial e começou a procurar apoios para a criação de uma microempresa.
Foi assim que o Apoiar Micro, um programa de incentivo à criação de microempresas na Região de Santarém e promovido pela Nersant, se tornou a rampa de lançamento para a Gumelo. 
Entretanto, em Janeiro de 2011, Tiago Marques juntou-se a este projecto. A sua experiência em design de comunicação e marketing viria a ser muito útil na definição de uma estratégia global para a introdução do Eco Gumelo no mercado.

Em Abril de 2011, a Gumelo era já uma marca registada e os primeiros protótipos da embalagem começaram a ser testados. Durante o Verão, Rui Apolinário juntou-se aos dois amigos trazendo consigo uma ampla visão de gestão administrativa e financeira que seria estruturante para a criação da empresa. A 20 de Janeiro de 2012, a Gumelo foi formalmente constituída como empresa e começaram os trabalhos de adaptação de uma antiga taberna do início do século XX.


Ao adquirir o kit Gumelo obtém uma forma fácil, divertida e ecológica de produzir cogumelos em casa. Para isso, é apenas necessária a borra de café que está armazenada no interior da caixa. Desta forma, dizem os mentores do projecto, criar este cogumelo é transformar o que era desperdício num alimento de alto valor nutritivo. Ao mesmo tempo, durante o processo de crescimento do cogumelo, a borra de café torna-se num resíduo biodegradável de impacto reduzido. 


A Gumelo fez a gentileza de me enviar o kit Gumelo e, posso afirmar, que estou encantada com o produto e com a ideia de ver cogumelos crescer em minha casa.
Esta simpática criação, permite ver, nascer e crescer, cogumelos da espécie pleurotus ostreatus e, obviamente, cozinhá-los depois.
Para adquirir este fantástico produto basta ir à página da empresa e, lá, poderá escolher entre duas variedades de cogumelos.






Esta é a caixinha onde nascerão e crescerão os cogumelos que serão 100% biológicos e gourmet, sem aditivos ou conservantes.
O Eco Gumelo produz cogumelos da espécie Pleurotus ostreatus de elevado valor nutritivo e funcional. Sendo ricos em proteínas e com baixo teor de gordura, o seu consumo regular ajuda a reduzir o colesterol, a prevenir doenças cardiovasculares e a reforçar o sistema imunitário.
Vou mostrar um passo a passo para verem como é fácil utilizar o kit Eco Gumelo.






Para entrar nesta fantástica viagem, tudo o que tem de fazer é abrir a caixa, destacando a janela pelo picotado. A janela deve ser removida na totalidade.
Durante o período de cultivo, a caixa do Eco Gumelo deve ser mantida na vertical.






Com a ajuda de um objeto cortante, fazer um golpe em forma de X no plástico exposto na embalagem.
Existem duas camadas de plástico que devem ser cortadas mas não removidas, pois ajudam a preservar a humidade.





Colocar o Eco Gumelo numa zona com luz mas sem exposição direta ao sol. Encher o vaporizador de água e vaporizar duas vezes por dia. Bastam duas a três borrifadelas em cada vaporização.



E agora é só esperar que cresçam...

Pretendo fazer uma reportagem fotográfica da evolução dos cogumelos, mostrando a beleza do seu crescimento. Quando o fizer, partilharei convosco.



Muito obrigada à Gumelo pelo kit Eco Gumelo que me enviaram, adorei o conceito e estou a adorar a experiência.