Parceria com Caves do Solar de São Domingos








É como muito gosto que informo, a todos os que me visitam, acerca da parceria entre o Nárwen's Cuisine e a Caves do Solar de São Domingos.
Desde 1937 que a empresa produz espumantes, aguardentes velhas, aguardentes bagaceiras, vinhos Bairrada e Dão, tendo festejado, no ano passado, o seu 75º aniversário.
As Caves do Solar de São Domingos estão integradas na Rota dos Vinhos da Bairrada e englobam um museu, onde é possível conhecer a história da empresa, uma loja e as galerias onde estão guardadas centenas de milhares de garrafas.



Corria o ano de 1937 quando Elpídio Martins Semedo, industrial de madeiras e materiais de construção bem-sucedido, iniciou a construção do edifício que seria o berço das Caves do Solar de São Domingos, na sua terra natal, Ferreiros, Anadia.
O início do seu negócio foi como o de muitos outros na região, compra de vinhos, engarrafamento e venda. Mas a visão era de futuro e rapidamente percebeu que tinha de se diferenciar. 
Em 1940 começou a produzir o primeiro espumante, datando também dessa época o primeiro túnel escavado na rocha. 
Elpídio Martins Semedo, faleceu a 9 de Junho de 1968, tendo-lhe sucedido à frente dos destinos das caves Lopo de Freitas, que alargou o negócio.

As Caves Solar de São Domingos produzem espumantes, vinhos Doc Bairrada brancos e tintos, rosados e aguardentes. Hoje exploram, entre vinhas próprias e de produtores contratados, cerca de 100 hectares. Nas suas caves estagiam mais de 2 milhões de garrafas de espumante e centenas de milhares de brancos e tintos, além de mais de 500 barricas em que estagiam as aguardentes vínicas.
As suas galerias albergam mais de dois milhões de garrafas de espumante, largos milhares de vinhos engarrafados 
e centenas de quartolas em carvalho francês para as suas afamadas aguardentes vínicas. A Aguardente Bagaceira
“São Domingos”, produzida em alambiques próprios, continua a liderar o mercado com a qualidade de sempre.
Em 2006 foi inaugurado um moderno centro de vinificação que permite receber mil toneladas de uvas provenientes 
de propriedades próprias e de viticultores a trabalhar em parceria com a empresa.
Sob a égide da referência “São Domingos”, tem surgido outras marcas como “Lopo de Freitas”, “Elpídio”, 
“Quinta de S. Lourenço” e mais recentemente “Volúpia”, um vinho branco que tem surpreendido os consumidores 
e os líderes de opinião.
A constante inovação dos meios de produção e de vinificação, tem permitido elevar a qualidade e o prestígio dos vinhos 
da casa, reforçando a competitividade empresarial da marca São Domingos.
O enoturismo é também uma aposta ganha, deslumbrando milhares de visitantes todos os anos pela beleza das galerias 
escavadas na rocha, os milhões de garrafas, bem como o show room, salão e museu com sala de provas, fazendo 
parte integrante da Rota da Bairrada.


Um ambicioso projecto de modernização da empresa, renovando as equipas de enologia e viticultura, decidiu avançar 
com a produção de vinhos a partir de uvas próprias. Estabeleceram-se, também, acordos com viticultores da Bairrada, 
sob orientação técnica das Caves, que permitissem a vinificação de uvas de alta qualidade e a satisfação de todas as 
necessidades da empresa.

São controlados, desta forma, entre vinhas próprias e de pequenos viticultores, mais de 100 ha na região da Bairrada. 
No Dão, onde as Caves do Solar de São Domingos têm uma vasta experiência, também foram estabelecidos acordos 
com alguns viticultores, cujas uvas são devidamente acompanhadas na vinha e vinificadas em adegas da região.

Em 2005, a Confraria dos Enófilos da Bairrada e a Comissão Vitivinícola da Bairrada reconheceram o nosso trabalho, 
distinguindo-nos com o “MELHOR VINHO TINTO DA BAIRRADA 2004” e a “MELHOR VINHA DA BAIRRADA - 2005”, 
respectivamente. Em 2006, ampliaram-se as instalações de vinificação, ficando melhoradas as condições tecnológicas 
para a produção de: vinhos brancos e tintos, vinhos base para espumante e vinhos para produção de aguardentes, 

segundo os princípios mais modernos da enologia.



Os vinhos são produzidos a partir de mais de 100 ha de vinhas próprias e vinhas de viticultores da Bairrada e Dão sob orientação técnica e controlo das Caves, de forma a garantir a qualidade pretendida. De referir que além de produzir espumantes, aguardentes, vinhos Bairrada e Dão, esta casa comercializa vinho do Porto e importa Scotch Whisky. As Caves Solar de São Domingos, reconhecidas na região, não pararam na história procedendo a um continuado processo de modernização, primeiro nas vinhas e de seguida na adega.
Na primeira década deste séc. XXI dispõe de 100 hectares de vinha própria ou por si controlada (de pequenos viticultores bairradinos), o que lhe permite a obtenção de boa matéria-prima. Desde 2006 que foi ampliado e modernizado o centro de vinificação com cubas inox e sistemas tecnológicos modernos, que a enóloga Susana Pinho tem aproveitado de forma positiva. Aí estão a comprová-lo os espumantes de perfil moderno ao arrepio da "tipicidade bairradina".




Para finalizar, vou mostrar algumas fotografias com os produtos que a Caves do Solar de São Domingos me enviou. Posso dizer que, ao abrir a caixa enviada, um sorriso instalou-se no meu rosto e não mais de lá saiu.


E é fácil de perceber porquê! Pois quem não gosta de receber produtos de qualidade inestimável?








O meu muito obrigada à Caves do Solar de São Domingos pela simpatia e pelos produtos fantásticos que me enviaram. 

Por fim, posso dizer que é de louvar a qualidade destes produtos e que estou desejosa de fazer receitas com eles para, mais tarde, partilhar convosco.