Pimento Recheado com Carne e Queijo














250g de carne de porco, picada
250g de carne de vaca, picada 
4 pimentos amarelos
2 colheres de sopa de Compal da Horta Refogado
1 cebola, picada
3 dentes de alho, picados
1 fio de azeite (usei o Azeite Castelo de Marvão)
150ml de vinho branco
1 pitada de açúcar
200g de queijo dividido em 4 cubos/pedaços (usei o queijo flamengo Paiva)
100g de queijo mozarella ralado
1 colher de chá de pimentão-doce (usei da marca Suldouro)
1 folha de louro (usei da marca Suldouro)
1 piri-piri q.b. (usei da marca Suldouro)
1 pitada de tomilho (usei o tomilho-limão biológico Ervas da Zoé)
200g de tomate reduzido a puré
Pimenta branca q.b. (usei da marca Suldouro)
Sal q.b. (usei a flor de sal Marnoto)



Comece por lavar os pimentos e faça-lhes um corte circular junto ao pé, como se retirasse uma tampinha. Reserve a tampa do pimento, deixando-a com o pé. Limpe o interior do pimento, aparando-o e removendo as sementes. Lave-o por dentro e vire-o ao contrário sobre um pano e deixe-o escorrer por 5 minutos.
Em seguida, tempere o interior do pimento com sal e um unte-o, ligeiramente, com azeite. 
Pré-aqueça o forno a 180ºC e coloque cada pimento num tabuleiro. Recheie metade de cada pimento com o preparado de carne picada e disponha, no centro deste, um cubo de queijo. 
Seguidamente, acabe de rechear com carne e polvilhe com queijo mozarella ralado. Coloque a tampa de pimento sobre o queijo, como se fosse um chapéu e leve ao forno por 20 minutos (se a tampa de pimento cozinhar muito depressa, tape-a com folha de alumínio).

Recheio:
Leve ao lume um tacho com o azeite, a cebola, o alho e a folha de louro. Deixe refogar um pouco, até que a cebola fique ligeiramente dourada.
Coloque a carne, misture e tempere de sal, pimenta, pimentão-doce e o piri-piri desfeito.
Deixe a carne cozinhar por igual e vá mexendo, para que se solte, e vá ficando tenra. Junte o vinho, o tomate reduzido a puré, o Compal, o tomilho e deixe ferver. Acrescente uma pitada de açúcar (que irá regular a acidez do tomate) e mexa.
Aos poucos, vá adicionando água quente e vá mexendo, para que tudo se ligue.
Mantenha o tacho em lume médio e vá mexendo de vez em quando. Deixe refogar e, se necessário, rectifique os temperos. Reserve.



Para acompanhar este prato, recomendo:





Touriga Nacional 2010
Regional Península de Setúbal 

Castas: Touriga Nacional

Notas de Prova:
Vinho de cor granada, concentrado. Aroma confitado a lembrar fruta preta muito madura e a compota, com toque floral ligeiro típico da casta. Na boca é muito cheio, aveludado com taninos macios muito bem integrados. Final longo e persistente.








Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Lacticínios do Paiva, Compal, Azeite Castelo de Marvão, SuldouroErvas da ZoéNecton e Casa Ermelinda Freitas pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.