Coscorões Tradicionais











1 kg de farinha
7 gemas
7 claras 
100 g de manteiga derretida
80 g de banha derretida
Sumo de 4 laranjas
Raspa de 1 laranja
Raspa de 1 limão
1 colher de sopa de aguardente
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de sopa de açúcar
1 pitada de sal
Açúcar em pó para polvilhar
Canela em pó para polvilhar
Óleo de amendoim (para fritar)



Num recipiente largo junte a farinha, o sal, o fermento, a manteiga e a banha. Misture muito bem até tudo estar ligado e obter uma massa homogénea.
Em seguida, junte as gemas, o sumo das laranjas, a aguardente e as raspas dos citrinos e ligue muito bem.
Entretanto, bata as claras em castelo e misture-as na massa, aos poucos, até sererm completamente absorvidas pela mesma. Com as mãos, amasse muito bem a massa. Se estiver muito pegajosa junte um pouco mais de farinha, amassando muito bem até deixar de pegar. Amasse e sove a massa até esta ficar elástica e macia. Faça uma bola, coloque-a num recipiente, polvilhe com farinha, cubra com um pano e deixe descansar 30 minutos (eu coloquei-a dentro do microondas desligado e fechado para levedar mais depressa).
Após este tempo, estenda a massa numa superfície enfarinhada, de forma a que fique com 2 a 3 mm de espessura. Corte retângulos e faça 3 cortes verticais dentro de cada um mas sem cortar as bordas (se preferir um efeito frisado use uma carretilha para cortar a massa). Execute este processo até acabar toda a massa.
Aqueça muito bem o óleo e frite os retângulos de massa até ficarem dourados, colocando-os sobre papel absorvente à medida que os vai retirando do óleo.
Por fim, polvilhe-os com açúcar em pó e canela.

Nota: Rende cerca de 16 coscorões.


Para acompanhar estes docinhos recomendo:





Moscatel
D.O. Setúbal
Casa Ermelinda Freitas

Notas de Prova:
Vinho de cor dourada, rico e complexo, com aromas a lembrar mel e casca de laranja bem típicas da região. Na boca é cheio e doce revelando boa acidez que lhe confere frescura. Fim de boca persistente e muito prolongado.









Aqui está o produto fantástico que usei na para acompanhar esta tarte.

O meu muito obrigada à Casa Ermelinda Freitas pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.