Folar de Bacalhau


















2 postas de bacalhau demolhado (usei Bacalhau Dias)
600g de farinha
100g de margarina
200ml de leite morno (usei da marca Terra Nostra)
2 ovos
20g de fermento de padeiro ou 10g de fermento de padeiro seco (usei da marca Condi)
1 cebola grande
1dl de azeite (usei o Azeite Castelo de Marvão)
6 dentes de alho
1 pitada de pimenta branca (usei da marca Suldouro)
1 colher de chá de sal (usei a flor de sal Marnoto)
1 ovo para pincelar



Amasse a farinha com o sal e a margarina derretida.
Dilua o fermente no leite morno e verta-o sobre o preparado anterior. Amasse bem e adicione os ovos, um a um. Torna a amassar até obter uma massa lisa e ligeiramente elástica. Forme uma bola, cubra com um pano e deixe levedar por 1 hora.
Coza o bacalhau, escorra-o e limpe-o de peles e espinhas. Lasque-o e reserve.
Adicione o azeite a uma frigideira, junte-lhe os alhos bem picados e deixe-os cozinhar por 1 minuto, em lume baixo. Adicione a cebola em meias-luas, envolva e deixe cozinhar até que amoleçam, mas sem queimar. Acrescente o bacalhau ao preparado, tempere com sal e pimenta, mexa e deixe cozinhar por 2-3 minutos. 
Pré-aqueça o forno a 170ºC.
Entretanto, separe 2/3 da massa e, com ela, sobre uma superfície enfarinhada, molde uma bola. Faça um buraco no centro da bola de massa (suficientemente grande para caber lá todo o preparado de bacalhau), adicione-lhe o bacalhau. Pincele com água os rebordos da massa e disponha por cima a outra parte da massa previamente moldada em disco. Pressione bem a massa dando-lhe a forma circular e tendo a certeza que as duas partes se encontram bem unidas. Pincele com o ovo batido e leve ao forno por 30 minutos ou até dourar.


Para acompanhar este prato, recomendo:



Touriga Nacional (Douro) - Quinta do Estanho

Vinho tinto feito exclusivamente com uvas da casta Touriga Nacional, através da verificação em cubas de inox com remontagens regulares e temperatura controlada.
Estagiou em inox durante 15 meses e depois em garrafa.
Verificado com especial rigor, envelhece em tonéis de madeira até ao 4º ou 6º ano e depois em garrafa.

Notas de Prova: Apresenta um aroma baunilhado, limpo, bem estruturado e com fruta madura ainda jovem. 
Na boca revela-se elegante, com tanidos presentes, bem enquadrados e final de boca longo.







Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste folar.

O meu muito obrigada à Bacalhau Dias, Terra Nostra,  CondiSuldouroNectonAzeite Castelo de Marvão Quinta do Estanho pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.