Empadinhas de Frango, Queijo e Cogumelos (sem lactose)














Massa:
400g de farinha
2 colheres de sopa de margarina
2 colheres de sopa de banha
2 ovos
1 pitada de sal
Água q.b.
1 gema batida com um pouco de leite/água

Recheio:
1 cebola
150g de queijo curado (usei o queijo sem lactose da Paiva)
250g de sobras de frango (assado/grelhado/cozido)
10 cogumelos frescos, em pedaços pequenos
1 colher de chá de tomilho (usei da marca Suldouro)
Sal e pimenta q.b.

Molho Béchamel:
25 g de margarina
25 g de farinha
250 ml de leite (com ou sem lactose)
1/2 cubo de caldo de galinha
Sal q.b.
1 pitada de pimenta branca (usei da marca Suldouro)
Noz-moscada q.b. (usei da marca Suldouro)



Massa:
Num recipiente largo, junte todos os ingredientes e vá juntando água aos poucos até obter uma massa bastante elástica. Faça uma bola com a massa e deixe-a descansar durante 20 minutos.
Após este tempo, estique a massa sobre uma superfície enfarinhada até que fique com 0.5cm ou 1 cm de espessura. Corte a massa em círculos (pode utilizar um copo), fazendo algumas maiores e outras mais pequenas (use a parte mais larga da forma que usar para cortar) para servirem de tampas. Coloque os círculos de massa maiores em formas de empadinhas previamente untadas com margarina e polvilhadas com farinha (usei formas de queque). Recheie com duas ou três colheres do preparado da carne, pressione e feche com as tampinhas. Pincele as empadinhas com a mistura de ovo e leite.
Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 25-35 minutos, ao até dourarem e a massa estiver cozinhada.

Recheio: 
Numa frigideira com azeite, refogue a cebola picada e posteriormente adicione o frango desfiado e os cogumelos em pedaços. Refogue tudo e adicione o tomilho. Tempere com sal e pimenta e adicione o molho béchamel. Junte o queijo picado grosseiramente, envolva e deixe arrefecer completamente antes de usar.

Molho Béchamel:
Comece por aquecer o leite, sem deixar ferver.
Num outro tacho derreta a manteiga em lume brando, e junte a farinha a pouco e pouco, mexendo bem com uma colher de pau. Vá juntando o leite, pouco de cada vez, mexendo sempre com uma vara de arames para que não crie grumos. Continue sempre a mexer até sentir que o molho começa a engrossar. Quando se começarem a formar as primeiras bolhas da fervura, pare de mexer e deixe cozinhar até ficar espesso. Tempere com sal, pimenta e um pouco de noz moscada e deixe cozinhar mais um pouco. Junte-lhe 1/2 cubo de caldo de frango e misture para para se dissolver.



Para acompanhar estas empadas, recomendo:





Syrah 2010
Regional Península de Setúbal


Notas de Prova:
Vinho de cor granada, concentrado. Aroma confitado a lembrar fruta preta muito madura, alguma especiaria, com toque balsâmico da casta. Na boca é muito cheio, aveludado com taninos presentes muito bem integrados. Final longo e persistente.









Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação destas empadas.

O meu muito obrigada à Lacticínios do Paiva, Suldouro e Casa Ermelinda Freitas pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.