Tiborna de Bacalhau

















1 lombo de bacalhau demolhado para assar (usei da marca Bacalhau Dias)
1 broa de milho
2dl de azeite de qualidade (usei o azeite virgem extra da Maçarico)
9 dentes de alho, bem picados
0,3dl de vinagre (usei da marca Paladin)
1 ramo de salsa
100g de azeitonas pretas (usei da marca Maçarico)
Sal q.b. (usei a flor de sal Marnoto)


Leve o bacalhau a assar e escolha-o de pele e espinhas. Reserve.
Corte a superfície da broa em forma de círculo e de modo a que a parte de baixo pareça uma tigela/tachinho (o pedaço que cortará será a tampa). Com uma colher de chá retire todo o miolo da broa tendo o cuidado para não estragar o exterior da mesma, pois este servirá de recepiente/tigela para colocar a tiborna. Reserve.
Esfarele o miolo da broa e coloque-o num recipiente largo, junte o bacalhau lascado e os alhos muito bem picados. Envolva bem. Tempere com sal e regue com o azeite e o vinagre. Coloque este preparado dentro da carcaça da broa. Salpique salsa picada e sirva decorada com ramos da mesma e azeitonas.



Para acompanhar este prato, recomendo:



Dona Ermelinda Reserva 
2011 D.O. Palmela


Castas: Castelão 70%, Touriga Nacional 10%, Trincadeira 10% e Cabernet Sauvignon 10%

Notas de Prova: Vinho com cor granada quase opaco, com aromas a lembrar frutos pretos, especiarias e fumo, com alguma compota devido à grande maturação atingida. Na boca é um vinho denso, cheio, com grande estrutura, taninos presentes mas integrados e macios. Final longo persistente e muito agradável.







Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Bacalhau Dias, Maçarico, Paladin, Necton e Casa Ermelinda Freitas pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.