Cupcakes de São Valentim

















170g manteiga com sal, em temperatura ambiente
325g de farinha
300g de açúcar
3 ovos grandes
320ml de leite
2 colheres de sopa de essência de baunilha
2 colheres de chá de fermento
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de chá de corante vermelho

Cobertura:
200ml de natas
2.5 colheres de sopa de açúcar
1 colher de chá de sumo de limão
1 colher de chá de aroma de morango
1 colher de chá de corante vermelho
Pérolas prateadas q.b.


Pré-aqueça o forno a 175ºC. 
Forre uma forma de 20x20cm com papel vegetal e prepare 12 formas de muffin com papel frisado. Reserve.
Bata a manteiga com o açúcar até obter um creme fofo. Junte os ovos, um de cada vez, e a essência de baunilha, batendo sempre. Adicione o fermento e o bicarbonato e bata mais um pouco. Finalmente, adicione a baunilha, aos poucos, intercalando-a com o leite. Bata até obter um creme homogéneo.
Retire 250ml da massa e junte-lhe o corante, batendo bem. Verta a massa vermelha na forma que preparou e leve ao forno por 20m, aproximadamente (teste do palito). Retire a massa do forno, deixe arrefecer e desenforme. Corte corações de massa vermelha aproveitando, ao máximo, a massa (deverão ser 12). Reserve os corações e descarte as aparas.
Sobre cada forma de papel, coloque 1.5 colher de sopa de massa clara e nela espete o coração. Coloque mais um pouco de massa mas sem encher a forma (cerca de 3/4 da forma é suficiente). Distribua a restante massa e corações pelas restantes formas, certificando-se que estes ficam mesmo ao centro. Coloque as formas num tabuleiro com todos os corações virados para si e nunca os mude de posição, mesmo depois de estarem cozinhados, pois, deste modo, quando cortar o cupcake a meio ver-se-à o coração.
Leve os cupcakes ao forno por 25m, aproximadamente. Retire-os do forno e deixe arrefecer.
Sempre com a parte do cupcake com o coração virada para si, coloque a cobertura, fazendo uma espiral apertada de creme e usando um saco de pasteleiro com bico frisado.

Cobertura:
Leve as natas ao congelador 20m antes de as usar. 
Bata as natas com o sumo de limão até obter um chantilly espesso. Junte o açúcar, o aroma e o corante, bata bem para incorporar e obter um creme de cor homogénea.

Nota:
Rende 12 unidades.



Para acompanhar estes cupacakes, recomendo:


Porto Tawny
Ramos Pinto


O Tawny é um blend de 3 a 5 anos obtido por lotação de vinhos com um grau de maturação variável, conduzido através de envelhecimento em cascos e tonéis. Envelhecido em pipas, apresenta-se sempre mais evoluido do que o Ruby.

Notas de Prova:
Cor vermelha tawny, com menisco cor de topázio.
No aroma, a primeira impressão é de leveza, evoluindo para uma grande suavidade adquirida pelo estágio em madeira.
A sensação na boca é leve, quente e de grande macieza, resultado do seu envelhecimento.

Este “adolescente” é um Porto maduro e frutado com um carácter complexo e delicado. No final, o equilíbrio é perfeito, conferindo-lhe uma saborosa delicadeza.



Aqui estão o produto fantástico que usei para acompanhar estas bolachas.

O meu muito obrigada à Ramos Pinto pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.