Folar de Erva-Doce e Canela




















20 g de fermento de padeiro/levedura
250 g de farinha de trigo
20 ml de aguardente (usei a aguardente velhíssima da Caves do Solar de São Domingos)
50 ml de leite morno
50 g de açúcar
40 g de manteiga magra
1 pitadinha de sal (usei a flor de sal Marnoto)
1 ovo
1/2 colher de chá de canela em pó (usei da marca Suldouro)
1/2 colher de chá de erva-doce em pó (usei da marca Suldouro)
1 ovo cozido + casca de cebola q.b. (para dar cor ao ovo)
1 gema de ovo batida + um pouco de leite (para pincelar)


Num recipiente pequeno coloque o leite morno, adicione o fermento e espere que se dissolva. Em seguida junte 50g de farinha a este preparado e mexa até formar uma massa que se solte da tigela e das mãos, se for necessário adicione mais um pouco da farinha (mas não aumente a quantidade de farinha mencionada na receita).
Num recipiente largo, coloque a restante farinha e faça um buraco no centro, coloque aí a massa do fermento. Ao redor desta coloque o açúcar, a manteiga cortada em cubinhos, a canela, a erva doce, a aguardente e o ovo levemente batido com a pitada de sal.
Amasse tudo muito bem até que a massa se despegue do recipiente. Amasse trazendo a massa para o centro e pressionando-a com a mão fechada, esta estará pronta quando se apresentar muito elástica e formar algumas bolhas ao amassa-la (se for necessário junte mais um pouco de farinha).
Passe uma taça por água a quente e limpe-a muito bem, coloque lá dentro a massa, polvilhe-a com farinha, tape e coloque num local morno (eu coloquei dentro do microondas fechado e desligado). Deixe levedar até duplicar de volume (cerca de duas horas).
Coza o ovo com a casca de cebola, isto fará com que a sua casca fique mais escura, ligeiramente acastanhada. Reserve.
Retire um pouco de massa para a decoração e com a que restar forme uma bola como se faz com o pão, alise-a bem e achate-a um pouco. No entro do folar, faça uma covinha e coloque o ovo cozido deitado, faça de modo a que fique bem preso na massa. Com a massa que reservou faça 2 rolinhos fininhos e compridos que deve colocar, em forma de cruz, sobre o ovo e presos por baixo da base do folar (não os coloque muito justos ou irão marcar o folar quando este crescer no forno). Pincele todo ele com o ovo batido com um pouco de leite.
Leve ao forno quente a 200ºC durante cerca de 30 minutos. Sendo que, ao fim de 10 minutos de cozedura, deve cobrir o folar com folha de alumínio para não queimar, a 5 minutos do final, retire o tabuleiro do forno e pincele o folar com uma gema de ovo misturada com um pouco de leite. Leve de novo ao forno para acabar de cozer, se for necessário coloque de novo a folha de alumínio.






Para acompanhar este bolo, recomendo:



Porto Special White Reserve - Quinta do Estanho

Vinho do Porto branco oriundo de uvas das castas Malvazia Fina, Viozinho, Gouveio, Ribigato entre outras.
Verificado em cubas de inox com temperaturas controladas e estágio em tonéis  de madeira avinhada entre 7 a 9 anos.

Notas de Prova: Aroma limpo, fino e velhice possante em madeira. Vinho branco dourado com maturidade e finura, denotando o inicio de aromas terciários. Na boca é suava, subtil, com leves paladares a especiarias que lhe conferem graciosidade e equilíbrio, tendo um final prolongado.



Aqui está o produto fantástico que usei para acompanhar deste bolo.

O meu muito obrigada à Caves do Solar de São Domingos, Suldouro, NectonQuinta do Estanho pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.