Folar Recheado com Ovo e Linguiça





















1 linguiça regional de de vinho da Beira Lamego
35g de fermento de padeiro fresco
120 ml de água morna
550 g de farinha
50 g de mel (usei o Mel Serra de Portel)
35 g de açúcar amarelo
1/2 c. de café de sal (usei o sal marinho Marnoto)
2 ovos
80 g de manteiga com sal (usei da marca Terra Nostra)
50 ml de leite (usei o leite meio-gordo da Terra Nostra)
4 ovos cozidos
1 ovo batido
Sementes de sésamo q.b.


Dissolva o fermento na água morna e junte-lhe 125g da farinha, envolva bem e deixe repousar, tapado, por 30 minutos.
Após este tempo, junte a restante farinha à massa-mãe que esteve a repousar e adicione, também, o açúcar e o sal, misturando-os.
À parte, leve ao lume a manteiga com o mel e o leite até obter uma mistura homogénea e acrescente-a à massa. Adicione, também, os ovos e amasse, sovando, durante uns minutos ou até a massa  se apresentar lisa  e fofa (se necessário, junte mais farinha).
Forme uma bola com a massa, coloque-a num recipiente bem tapado com um pano grosso e deixe levedar, protegida de correntes de ar, até dobrar de volume (cerca de 2 horas).
Após este tempo, estique a massa, em forma de rectângulo, com espessura fina e corte quatro tiras com o mesmo tamanho.
Comece por enrolar o ovo cozido numa das pontas da massa e preencha a restante massa com pedacinhos de linguiça de vinho grosseiramente picada. Enrole como se fosse um caracol, achate um pouco o folar que acaba de formar e coloque-o sobre um tabuleiro com papel vegetal. Execute este processo com as quatro tiras de massa.
Seguidamente, tape os folares com um pano e deixe levedar por mais 30 minutos.
Por fim, pincele os folares com o ovo batido, salpique com sementes de sésamo e leve ao forno, pré-aquecido a 180ºC, por cerca de 20-30 minutos ou até a massa estar cozida (faça o teste do palito).




Para acompanhar este folar, recomendo:


Touriga Nacional

Monsaraz - Alentejo Doc
Carmim

Uvas provenientes de talhões selecionados, com maceração pré-fermentativa de 48h, seguida de fermentação a 24ºC com recurso a mergulhia robotizada de manta, maceração total de 15 dias, seguida de estágio em barrica de nova de carvalho francês durante 12 meses. Após engarrafamento o vinho estagia em garrafa durante 6 a 8 meses.

O vinho apresenta-se com uma cor granada carregada, com aromas de fruta preta madura e algumas notas florais, de café e chocolate, em boca é potente, fresco com taninos firmes e um final de prova prolongado







Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste folar.

O meu muito obrigada à Beira Lamego, Terra Nostra, Mel Serra de Portel, Necton Carmim pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.