Rolinhos de Linguado com Molho de Laranja

























2 linguados pequenos
1 pitada de pimenta branca (usei da marca Margão)
1 limão pequeno, em sumo
1 fio de azeite (usei o azeite virgem extra Monsaraz da marca Carmim)
Farinha q.b.
2 colheres de sopa de manteiga (usei da marca Terra Nostra)
1 laranja grande
Sal q.b. (usei o sal marinho Marnoto)

175 g de arroz natura 3 rices - arroz branco, selvagem e vermelho - da Novarroz
350 ml de água
1/2 cebola pequena
1 pedacinho de manteiga (usei da marca Terra Nostra)


Comece por arranjar e escamar os linguados, limpa-los e lava-los bem. Em seguida, corte cada linguado em quatro filetes. Para tal, deve cortar-lhe a cabeça e fazer um corte até a borda das barbatanas, descartando-as. Faça um corte ao longo da espinha do peixe e puxe a pele do mesmo no sentido da cabeça para o rabo (use as mãos e uma faca afiada para soltar a pele do filete).
Após retirar a pele, corte dois filetes, um de cada lado, acima da espinha dorsal e usando uma faca afiada.
Vire o peixe e execute o mesmo processo para retirar os outros dois filetes.
Tempere os filetes de linguado com sal, pimenta e sumo de limão, deixando-os marinar por uma hora.
Após este tempo, enrole os filetes de linguado e prenda-os com um palito. Passe-os por farinha e frite-os num pouco de azeite até dourarem de ambos os lados. Transfira-os para papel absorvente e reserve.
Enquanto isto, leve ao lume um tacho com a água, cebola e um pedacinho de manteiga. Tempere com sal e, assim que levantar fervura, adicione o arroz. Envolva e cozinhe, em lume brando, com o tacho tapado por cerca de 12 minutos.
À parte, leve a manteiga ao lume com tirinhas da casca da laranja e deixe cozinhar, em lume brando por um minuto.
Sirva os rolinhos de linguado regados com o molho de laranja e acompanhados pelo arroz.



Para acompanhar este prato, recomendo:


Conde Villar Loureiro
Quinta das Arcas


Denominação: DOC Vinho Verde
Ano: 2013
Castas: Loureiro

Vinho com aspecto límpido e cristalino, com leves reflexos palha;
O seu aroma é intenso e frutado com aromas de frutos tropicais como a manga e a banana; leves notas florais que se misturam com a fruta abundante.
Na boca tem uma estrutura bem definida e frescura activa característica de um bom vinho verde.







Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Terra Nostra, NovarrozMargãoCarmimNecton Quinta das Arcas pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.