Caldo Verde


















1 chouriça (usei a chouriça camponesa da Beira Lamego)
600g de batata
450g de couve galega cortada em juliana
1 fio de azeite  (usei o azeite virgem extra Monsaraz da marca Carmim)
1 cebola grande
3 dentes de alho
Sal q.b. (usei o sal marinho Marnoto)


Aqueça um pouco de azeite e junte-lhe a cebola e os dentes de alho, picados grosseiramente. Deixe refogar, junte-lhe as batatas em pedaços e adicione 2 litros de água. Tempere com sal e deixe ferver até as batatas estarem macias.
Entretanto, deite a couve num coador e lave em água corrente até que deixe de ser esverdeada. Escorra a couve e corte-a em juliana. 
Reduza a sopa a puré com a varinha mágica, leve de novo ao lume e quando retomar fervura introduza a couve cortada. Retifique o sal e água, adicione o chouriço em pedaços e deixe cozer durante 10 minutos. 
Sirva a sopa com o chouriço cortado em rodelas e acompanhe com fatias de pão.



Para acompanhar este prato, recomendo:


Touriga Nacional

Monsaraz - Alentejo Doc
Carmim

Uvas provenientes de talhões selecionados, com maceração pré-fermentativa de 48h, seguida de fermentação a 24ºC com recurso a mergulhia robotizada de manta, maceração total de 15 dias, seguida de estágio em barrica de nova de carvalho francês durante 12 meses. Após engarrafamento o vinho estagia em garrafa durante 6 a 8 meses.

O vinho apresenta-se com uma cor granada carregada, com aromas de fruta preta madura e algumas notas florais, de café e chocolate, em boca é potente, fresco com taninos firmes e um final de prova prolongado








Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Beira Lamego, Necton e Carmim pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.