Semifrio de Caramelos Light





















Base:
115 g de manteiga (usei da marca Terra Nostra)
140 g de farinha
55 g de açúcar (usei o açúcar mascavado da marca Sovex)
1 pitada de sal (usei a flor de sal Marnoto)

Creme:
20 caramelos Werther’s Original Sem Açúcar
4 gemas de ovo
200ml de natas margras
Granulado de chocolate q.b. (usei o Multi-Deco da marca Vahiné)


Pré-aqueça o forno 170ºC e prepare um tabuleiro com 20cmx20cm, forrando-o com papel vegetal untado com margarina.
Bata a manteiga com o açúcar e uma pitada de sal até obter um creme fofo e claro. Gradualmente, vá juntando a farinha em velocidade baixa e só até que todos os ingredientes estejam combinados.
Coloque a massa no tabuleiro preparado, alise a superfície com uma espátula molhada e leve ao forno por 15 minutos ou até dourar levemente.
Enquanto isto, leve um tachinho ao lume com as natas e os caramelos mexendo sempre, até derreterem e obter um creme homogéneo (deverá ferver por 3-4 minutos). Retire do lume e deixe arrefecer um pouco.
Quando o creme de caramelo se encontrar morno, junte-lhe as gemas previamente batidas, envolva delicadamente e verta sobre a base quando esta estiver pronta. Alise o caramelo com uma espátula e leve novamente ao forno por, cerca de, 25 minutos. Deixe arrefecer completamente, leve ao frigorífico por 2 horas e corte círculos do mesmo tamanho.
Sobre pequenos pratos de servir, coloque um circulo sobre outro com a parte caramelizada para cima. Decore com granulados de chocolate e sirva fresco.



Para acompanhar esta sobremesa, recomendo:


Porto Tawny
Ramos Pinto


O Tawny é um blend de 3 a 5 anos obtido por lotação de vinhos com um grau de maturação variável, conduzido através de envelhecimento em cascos e tonéis. Envelhecido em pipas, apresenta-se sempre mais evoluido do que o Ruby.

Notas de Prova:
Cor vermelha tawny, com menisco cor de topázio.
No aroma, a primeira impressão é de leveza, evoluindo para uma grande suavidade adquirida pelo estágio em madeira.
A sensação na boca é leve, quente e de grande macieza, resultado do seu envelhecimento.

Este “adolescente” é um Porto maduro e frutado com um carácter complexo e delicado. No final, o equilíbrio é perfeito, conferindo-lhe uma saborosa delicadeza.




Aqui estão os produtos fantásticos que utilizei para preparar esta sobremesa.

O meu muito obrigada à Terra Nostra, Vahiné, Sovex, Werther’s Original, Necton e Ramos Pinto pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.