Cannelloni de Vaca com Chouriço Beirão


















16 cannelloni (usei os cannelloni prontos a ir ao forno da Divella)
400 g de carne de vaca picada
1/2 chouriço beirão (usei o chouriço beirão da marca Sicarze)
1 cebola
3 dentes de alho
1 dl de azeite (usei o azeite virgem extra Monsaraz da marca Carmim)
5 tomates maduros
2 colheres de sopa de polpa de tomate (usei da marca Compal)
1 dl de caldo de carne quente
150 g de queijo flamengo ralado Terra Nostra
Sal q.b.
1 pitada de pimenta branca 
Molho de piripiri a gosto (usei o extra-picante da Paladin)
Orégãos secos para polvilhar

Molho Bechamel:
60g de margarina
60g de farinha
600ml de leite meio-gordo Terra Nostra
1 pitada de pimenta branca (usei da marca Suldouro)
1 pitada de noz moscada (usei da marca Suldouro)
Sal q.b. (usei o sal marinho Marnoto)



Descasque os tomates, elimine as sementes e reduza-o a puré.
Refogue a cebola e os alhos picados no azeite, junte o puré de tomate ao refogado com o chouriço em pedaços, bem como a carne picada. Adicione a polpa de tomate e regue com o caldo de carne quente. Tempere com sal, pimenta, molho de piripiri e orégãos, deixando cozinhar durante 5 minutos. Em seguida, passe a mistura pela varinha mágica, retifique os temperos e deixe arrefecer.Enquanto isto, prepare o molho bechamel e recheie os cannelloni com auxílio de uma colher.
Num recipiente rectangular/quadrado que possa ir ao forno, coloque um pouco de bechamel e adicione os cannelloni recheados, uns ao lado dos outros.
Termine com o restante molho bechamel e polvilhe com o queijo ralado.
Leve ao forno durante cerca de 40 minutos, à temperatura de 160º C.

Bechamel:
Comece por aquecer o leite, sem deixar ferver.
Num outro tacho derreta a manteiga em lume brando, e junte a farinha a pouco e pouco, mexendo bem com uma vara de arames. Vá juntando o leite, pouco de cada vez, mexendo sempre para que não crie grumos.Continue sempre a mexer até sentir que o molho começa espesse. Tempere com sal, pimenta e um pouco de noz moscada e deixe cozinhar mais um pouco.




Para acompanhar este prato, recomendo:

Alicante Bouschet

Monsaraz - Alentejo Doc
Carmim

Casta: Alicante Bouschet (100%)

Uvas provenientes de talhões selecionados, com maceração pré-fermentativa de 48h, seguida de fermentação a 23ºC com recurso a remontagem e delestage, maceração total de 15 dias, seguida de estágio em barrica de 2ª utilização de carvalho francês durante 12 meses. Após engarrafamento o vinho estagia em garrafa durante 6 a 8 meses.

O vinho apresenta-se com uma cor vermelha violeta carregada, com aromas de fruta silvestre, fruta madura e chocolate, em boca é amplo, intenso, com um final de prova prolongado



Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Divella, Sicarze, Compal, Terra Nostra, Paladin, Suldouro, Necton Carmim pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram