Hosomaki - Sushi (de Morango e Requeijão Cremoso)




















220 g de arroz para sushi
500 ml de água
2 c. sopa de vinagre para sushi da Paladin
1 c. sopa de açúcar
1 pitada de sal (usei a flor de sal Marnoto)
Óleo de sésamo q.b. (usei o óleo de sésamo torrado da Sovex)

Morangos maduros q.b.
1 embalagem de requeijão para barrar natural da Saloio
Folhas de alga nori


Lave o arroz em água corrente fria, transfira-o para um passador de rede e deixe-o escorrer por 1 hora.
Ao fim deste tempo, aqueça 500ml de água e, quando ferver, junte-lhe o arroz escorrido. Deixe cozer, em lume brando, até que toda a água seja absorvida. Reduza o lume para o mínimo que puder, tape, e coza por mais 5 minutos. Retire o tacho para uma superfície neutra e, tapado, deixe repousar por mais 10 minutos (ao fim deste tempo o arroz deve apresentar-se ligeiramente pegajoso, mas firme).
Entretanto, misture o açúcar com o vinagre e o sal e leve ao lume para dissolver, mexendo.
Transfira o arroz para um recipiente largo (tabuleiro de barro/plástico ou tábua de cozinha), regue-o com a mistura anterior, envolva bem e espalhe-o com o auxilio de uma espátula. Deixe-o secar e arrefecer por cerca de 10 minutos.

Para montar e enrolar o hossomaki envolva uma esteira de bambu (individual de mesa em bambu) em película aderente. Corte a folha de alga a meio e coloque uma das partes sobre a esteira de bambu. Sobre a alga, coloque uma fina camada de arroz, preenchendo bem, mas tendo o cuidado de deixar 2 cm livres de espaço numa das extremidades mais longas da alga (sempre que manusear o arroz tem que humedecer as mãos para este não grudar nelas). 
Ao centro do arroz e no sentido do comprimento, bsrre com o queijo creme (ocupando 2/3 do espaço do arroz). Por cima, adicione várias tirinhas de morango. Passe uma pequena quantidade de óleo de sésamo na extremidade da alga que deixou sem arroz.
Comece a enrolar, com o auxilio da esteira, a parte mais longa da alga até chegar ao outro extremo que tem o wasabi, mas deixando-o de fora.. Cole a parte com óleo de sésamo contra a alga de modo a colar e a formar um rolinho. Corte este rolo em pedaços com 2.5cm e sirva.





Para acompanhar este prato, recomendo:



Conde Villar Rosé
Quinta das Arcas


Denominação: DOC Vinho Verde
Ano: 2013
Castas: Espadeiro

Aspecto: Muito equilíbrio entre o alcool e a acidez. Cremoso e macio.
Aroma: Frutado e fresco. Aromas de frutos de baga vermelhas com predominancia para o morango e a framboesa.
Paladar: Muito equilíbrio entre o alcool e a acidez. Cremoso e macio.









Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Novarroz, Abóbrinhas, Paladin, Sovex, Saloio, Marnoto/Necton e Quinta das Arcas pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.