Bacalhau Assado com Migas de Broa e Espargos



















2 postas de bacalhau (usei o bacalhau demolhado ultracongelado da Bacalhau Dias)
4 dente de alho
1 cebola pequena
1 pitada de pimenta da Margão
Azeite q.b. (usei o azeite biológico virgem extra da marca Acushla)


Migas:
60 g de bacon extra da Sicarze
300 g de espargos verdes
600 ml de caldo de galinha
2 tomates secos (usei da marca Ponti)
1 fio de azeite
200 g de miolo de broa de milho
Vinagre q.b. (usei o vinagre de tomate do Ribatejo da Paladin)
Sal q.b. (usei a flor de sal Marnoto)



Comece por regar o fundo de um refratário com azeite e adicione-lhe a cebola em rodelas e os dentes de alho laminados. Tempere com um pouco de sal, adicione as postas de bacalhau, salpique-lhe um pouco de pimenta e regue com azeite. Leve a assar, em forno previamente aquecido a 180ºC, durante cerca de 20-30 minutos. Durante este tempo deve ir regando o bacalhau com o molho.

Enquanto isto, prepare as migas começando por eliminar a parte mais dura do espargo, para tal deve dobrar o espargo até este se partir. A parte que deve aproveitar é a que tem o espigo enquanto que pode usar a outra extremidade para preparar uma sopa. Pele os espargos, raspando a película brilhante que os envolve, mantendo intacta a parte espigada. 
Aqueça o caldo de galinha e, quando ferver, adicione-lhe os espargos. Deixe cozer até estarem tenros, mas ainda crocantes (al dente). Retire os espargos, corte-os em pedaços pequenos e reserve o caldo da cozedura.
Aqueça azeite numa frigideira e junte-lhe o bacon em pedacinhos, deixando-o fritar um pouco. Acrescente o tomate seco também em pedacinhos e o miolo de broa bem esfarelado. Mexa com uma colher de pau até a broa absorver toda a gordura. Junte os espargos e vá adicionando o caldo da cozedura, a pouco e pouco, mexendo sempre até as migas estarem na consistência pretendida.
Borrife com um pouco de vinagre e misture bem.
Sirva o bacalhau acompanho das migas.




Para acompanhar este prato, recomendo:


Vinhão - Grande Escolha
Adega Ponte da Barca 

Castas: Vinhão
Região: Vinhos Verdes

É um vinho verde obtido exclusivamente a partir da rigorosa seleção da mais ilustre casta tinta da região - Vinhão.
 Com uma cor intensa e aroma a frutos vermelhos, tem um passado milenar e dispõe de características invulgares o que faz dele um vinho da modernidade pela sua polivalência gastronómica, sendo considerado um ex-libris na região. 

Este é um vinho excelente para o acompanhamento de pratos muito variados, entre outros pratos de carne, principalmente grelhados e assados.








Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Bacalhau DiasNobreMcCainMargão, Marnoto e Adega Ponte da Barca pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.