Quadrados Doces de Creme Pasteleiro e Morango

´
















Massa:
3 ovos
3 gemas
150 g de açúcar
80 g de farinha
1 c. sopa de aroma a baunilha

Cobertura e Recheio:
1 ovo
1 gema
275 ml de leite meio gordo Terra Nostra
10 g de manteiga Terra Nostra
60 g de açúcar
12 g de amido de milho
1 c. chá de aroma a baunilha
400 g de morangos fatiados
Preparado tipo chantilly da Royal
Pérolas prateadas
Morangos em metades
Açúcar dourado da Vahiné


Pré-aqueça o forno a 180ºC e forre um tabuleiro retangular com papel vegetal untado com margarina.
Bata os ovos e as gemas muito bem, junte-lhes o açúcar e bata até obter um creme fofo e suave. Adicione. delicadamente, a farinha e, por fim, a baunilha.
Verta o preparado no tabuleiro e leve ao forno por, aproximadamente, 15 minutos (faça o teste do palito). Retire do forno, deixe arrefecer um pouco, desenforme e corte em quadrados de tamanho igual. Deixe arrefecer.

Enquanto isto, aqueça o leite e, à parte, misture o amido de milho, o açúcar, o ovo e a gema, misturando-os muito bem. Adicione a esta mistura o leite fervente e envolva bem, com uma vara de arames, para não criar grumos. Junte o aroma de baunilha e leve ao lume, mexendo sempre, até engrossar um pouco. Deixe arrefecer completamente antes de usar.

Barre metade dos quadrados de bolo com creme pasteleiro, adicione-lhes uma camada de morangos laminados e cubra com a outra parte do bolo. Barre com uma camada fina de creme, alise-a, salpique com açúcar dourado e decore com o chantilly preparado segundo as instruções da embalagem.
Termine decorando com metades de morando e pérolas prateadas.




Para acompanhar esta sobremesa, recomendo:


Late Bottled Vintage (LBV) 2009 - Quinta do Estanho

Espuma: Avermelhada
Aroma: Limpo e agradável, com leves notas achocolatadas

Sabor: Limpo e agradável, com taninos equilibrados, denotando ainda um frutado agradável



Vinho do Porto de excepcional qualidade, de uma só colheita oriunda de uvas tintas das castas Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca, Tinta Roriz, entre outras.


Verificado com especial rigor, envelhece em tonéis de madeira até ao 4º ou 6º ano e depois em garrafa.




Para preparar esta sobremesa usei a colher misturadora e espátula de silicone Tupperware da Abóbrinhas.
Para adquirir estes fantásticos produtos, contate o Abóbrinhas por mensagem através do facebook, clicando aqui.







Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação desta sobremesa.

O meu muito obrigada à Terra Nostra, Vahiné, Abóbrinhas, Royal e Quinta do Estanho pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.