Relembrar Parceria com Frip










Hoje venho relembrar uma parceria estabelecida pelo Nárwen's Cuisine há alguns anos, faço isto, porque a Frip é uma marca portuguesa de qualidade superior com produtos fantásticos.

Frip é um grupo, de origem 100% portuguesa, ligado aos produtos de pesca e vegetais congelados, do qual fazem parte a Frina, Friopesca e Miradouro. 
O grupo comercializa peixe, vegetais, crustáceos e cefalópodes de qualidade e sabor únicos e inconfundíveis. 
No entanto, o mais importante que posso dizer, é que são produtos que adoro, que consumo e que aconselho a todos vós.




A história deste grupo começa em 1965 quando, o fundador do mesmo, Teotónio França Morte, adquiriu a Sociedade de Pesca Miradouro cuja actividade se limitava à exploração de um arrastão costeiro.
Este, iniciou uma actividade de pesca no Cabo Branco onde, pela primeira vez em Portugal, era trazido o pescado ultracongelado.
No entanto, as dificuldades iniciais da aceitação do pescado ultracongelado, nas estruturas existentes na época, levaram à criação de uma nova empresa, Friopesca Refrigeração de Aveiro (entreposto frigorífico situado na Gafanha da Nazaré com vista a garantir apoio logístico à comercialização de todo os pescado ultracongelado). 
Em 1970, e para rentabilizar o investimento das instalações frigoríficas recém criadas, foi iniciada a actividade no sector dos vegetais ultracongelados, sendo que, mais tarde, esta veio a tornar-se no maior produtor de vegetais ultracongelados em Portugal.

Ao longo do passar dos anos, a Miradouro continuou a investir no sector da pescas, adquirindo e construindo várias unidades de pesca.
Em 1978, a Frina foi constituída com o objectivo de colmatar a lacuna existente no país relativamente à insuficiência de estruturas de frio, armazenagem, congelação e transformação dos produtos de pesca.

Na década de 80 foi iniciada a pesca de crustáceos em África, onde, nos dias de hoje, a pesca, transformação e congelação de pescado é a principal atividade do grupo, com nove navios-fábrica em Moçambique, dedicados à captura de gamba, camarão e lagosta.

Fruto da quebra do consumo na Península Ibérica, que absorvia 90% das vendas em 2010, o grupo Frip tem vindo a intensificar o esforço comercial nos países da África Austral, na China e no Japão.
Com uma forte componente de exportação e dois polos de produção e distribuição, em Portugal e Moçambique, o grupo vende já para mais de 25 países na Europa, América, África e Ásia, tendo como objectivo estratégico, até 2015, que mais de 50% do volume de negócios seja gerado em países fora da Península Ibérica e, preferencialmente exteriores à União Europeia.

A Frip teve a gentileza de me enviar alguns dos seus produtos para eu poder provar e aprovar. E dos que já experimentei... já estão aprovados. 
Quero ainda agradecer a simpatia e amabilidade dos elementos deste grupo, destacando a simpatia do Sr. João França.




















O meu muito obrigada à Frip pela simpatia e pelos produtos fantásticos que me enviaram. 

Por fim, posso dizer que é de louvar a qualidade dos produtos e que estou desejosa de fazer receitas com eles para, mais tarde, partilhar convosco.