Risotto de Camarão e Espargos





















1 chávena de arroz para risotto (usei da marca Oriente Rice)
3 chávenas de caldo de camarão
10 camarões inteiros (usei o camarão selvagem de Moçambique da Marbeira/Frip)
150 g de camarão descascado Frina / Frip
6 espargos verdes frescos
4 colheres de azeite de qualidade 
1/2 cebola bem picada
1 dente de alho picado
50 ml de vinho branco
1 c. sopa de manteiga 
1 pitada de açafrão (usei a curcuma da Aromas e Especiarias)
1 pitada de pimenta preta 
Sal q.b. (usei a flor de sal Marnoto)


Comece por arranjar os espargos, lavando-os e cortando-os em pedaços com 2cm e reservando as pontas espigadas num outro recipiente.
Tempere o camarão descascado com sal e pimenta preta moída.
Num tacho, aqueça quatro o azeite e frite os camarões, até que adquiram um tom rosado. Retire os camarões e reserve. Nesse mesmo tacho, com o mesmo azeite que ficou no fundo, refogue a cebola e o alho, bem picados.
Quando a cebola estiver translucida, junte os espargos (guardando as pontas espigadas) e os camarões inteiros. Deixe refogar um pouco e acrescente o arroz, deixando-o ficar translúcido. Regue-o com o vinho branco e deixe evaporar. Tempere com sal, pimenta e uma pitada de caril.
Adicione um pouco de caldo de camarão e envolva. Tenha em atenção que, o caldo adicionado deverá ser apenas o suficiente para que o arroz fique cremoso. A melhor forma é ir adicionando o caldo, concha por concha, e à medida que ele vai pedindo mais, mexendo, sem parar, até o arroz ficar al dente.
Perto do fim da cozedura, acrescente as pontas espigadas dos espargos ao risotto e retifique o sal.
Quando o arroz já estiver no ponto, desligue o lume, acrescente os camarões que reservou e uma colher de sopa de manteiga, envolva e sirva de imediato.



Para acompanhar este prato, recomendo:



Quinta da Lixa Branco 
O tal Vinho da Lixa

Castas: Loureiro, Alvarinho e Trajadura
Região: Vinhos Verdes

O Quinta da Lixa é produzido com algumas das mais nobres castas da região dos vinhos verdes, produzidos e vinificados na região que lhes dá o nome.
Aspecto brilhante e cor citrina. No aroma apresenta um carácter frutado com algumas nuances a frutos tropicais e um caracter floral.
Na boca confirma toda a expectativa criada pela intensidade do aroma, muito equilibrado, este vinho apresenta-se seco com complexidade e persistência.






Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.


O meu muito obrigada à Frip, Aromas e Especiarias, Marnoto Quinta da Lixa pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.