Chowder de Salmão Selvagem

















Hoje trago mais uma receita com o fantástico Salmão Selvagem do Alasca que descobri!
Estou realmente fascinada com o seu sabor e textura...

Salmão Selvagem do Alasca, sendo este bem diferente do salmão de aquacultura, que todos consumimos. É diferente na cor, na textura, no sabor e nos benefícios para a nossa saúde. 
Aliás, o importante é ter em mente que o salmão proveniente de criação/aquacultura não é tão saudável quanto o selvagem. A maior parte do salmão que chega ao nosso prato tem valor nutricional baixo, elevada taxa de gordura, além de conter corantes artificiais e antibióticos. 
Sempre que possível, opte pelo salmão selvagem. 
É verdade que o preço do salmão selvagem do Alasca é substancialmente mais caro e não se encontra nos supermercados (descobri que há na Makro). Mas, lembre-se que a pesca nos mares do Alasca é sustentável, ambientalmente responsável e certificada.




300 g de lombo de salmão selvagem do Alasca
Flor de sal q.b.(usei a flor de sal Marnoto)

Azeite q.b.
6 fatias de bacon extra da Beira Lamego
2 cebola médias
2 talo de aipo longos
400 g de batatas descascadas
2 c. sopa de azeite extra virgem biológico Acushla
1 c. sopa de manteiga Terra Nostra
1 litro de caldo de galinha
70 g de farinha
200 ml de natas
200 ml de leite meio gordo Terra Nostra
100 g de milho doce
1 pitada de pimenta branca Margão
Sal q.b.
Biscottinas redondas com azeite e sal da Rialto


Comece por temperar o lombo de salmão selvagem (cortado a meio longitudinalmente) com flor de sal, azeite de qualidade e pimenta branca. 
Corte o bacon em fatias finas e leve-o a uma frigideira, sem qualquer adição de gordura, deixando-o alourar de ambos os lados. Quando se apresentar crocante, retire-o para um prato e adicione o salmão selvagem à frigideira e cozinhe durante cerca de 2 minutos de cada lado sobre lume médio a forte. Corte.o em lascas e reserve.
Derreta a manteiga e junte-lhe o azeite, adicione as cebolas e o aipo bem, em pedaços pequenos, deixando cozinhar até os legumes amolecerem. 
Junte a farinha, misture bem e deixe cozinhar durante cerca de 1 minuto. Adicione o caldo de galinha, a pouco e pouco, e mexendo sempre. 
Acrescente as batatas cortadas em pequenos cubos, tape e coza sobre lume brando, mexendo de vez em quando, durante 20 minutos ou até as batatas estarem macias.
Sirva quente ou fria polvilhada com as lasca de salmão, pedaços de bacon e milho. Acompanhe com biscottinas redondas de azeite.




Para acompanhar este prato, recomendo:


Arca Nova
Quinta das Arcas
Rosé

Denominação: DOC vinho verde
Ano: 2014
Castas: Espadeiro

Visual: Rosado límpido com tons framboesa. 
Aroma: Frutado e fresco. Aromas de frutos de baga vermelhos com predominância para o morango e a fromboesa. 
Paladar: Muito equilíbrio entre o álcool e a acidez. Cremoso e macio.

Visite a loja online: www.quintadasarcas.com/lojadaquinta/






O meu muito obrigada à AcushlaBeira Lamego, Terra Nostra, Rialto, Margão, Marnoto e Quinta das Arcas pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.