Jardineira de Borrego















500 g de perna de borrego
2. c sopa de azeite
3 c. sopa de polpa de tomate Compal
1 cebola pequena
2 dentes de alho
1 folha de louro
1 c. chá de pimentão doce
250 g de ervilhas congeladas Frip
150 ml de vinho branco
1 cenoura grande
250 g de batatas
Molho de piripiri q.b. Paladin
1 pitada de pimenta Margão
Sal q.b. (usei o sal marinho Marnoto)



Comece por cortar a perna de borrego em pedaços pequenos e guarde os ossos. Tempere a carne com sal e pimenta, deixando descansar no frigorífico por duas horas.
Aqueça o azeite e junte a cebola e os dentes de alho muito bem picados. Quando estes amolecerem, adicione a folha de louro e a carne, deixando-a ganhar cor de ambos os lados.
Tempere com o pimentão doce, a polpa de tomate, o molho de piripiri e o vinho. Envolva, tape e deixe cozinhar por 10 minutos até o álcool evaporar.
Regue com 500 ml de água, cozinhe por mais 10 minutos e acrescente as ervilhas e as batatas e cenouras em cubinhos. Caso seja necessário, acrescente mais água.
Mexa, tape e deixe cozer mais 15-20 minutos. Retifique os temperos e sirva.





Para acompanhar este prato, recomendo:


Vinhão - Grande Escolha
Adega Ponte da Barca 

Castas: Vinhão
Região: Vinhos Verdes

É um vinho verde obtido exclusivamente a partir da rigorosa seleção da mais ilustre casta tinta da região - Vinhão.
 Com uma cor intensa e aroma a frutos vermelhos, tem um passado milenar e dispõe de características invulgares o que faz dele um vinho da modernidade pela sua polivalência gastronómica, sendo considerado um ex-libris na região. 

Este é um vinho excelente para o acompanhamento de pratos muito variados, entre outros pratos de carne, principalmente grelhados e assados.





Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Frip, Compal, Paladin, Margão, Marnoto e Ponte da Barca pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.