Codorniz no Forno com Batata Doce












4 codornizes
3 dentes de alho, bem picados
2 c. sopa de azeite Escalabitano virgem extra (que pode adquirir aqui)
1 dl de vinho branco
1/3 de c. café de louro em pó
1 c. chá de pimentão doce Margão
1 pitada de pimenta branca Margão
1 noz de margarina
500 g de batata doce
Molho de piripiri q.b. Paladin
1 c. chá (bem cheia) de tomilho 
Sal q.b. (usei a flor de sal Marnoto)


Comece por lavar as codornizes por dentro e por fora, tendo em atenção alguma penugem que possam ter.
Num recipiente pequeno, misture o azeite, o vinho branco, os alhos picados, o pimentão-doce, o louro, o molho de piripiri, o sal e a pimenta branca. Reserve.
Transfira as codornizes para um refratário, untado com margarina, regue-as com a marinada que preparou e deixe repousar por 1 hora, pelo menos.
Ao fim deste tempo, descasque as batatas doce, corte-as em cubos e coloque-as em torno das codornizes. Polvilhe com tomilho.
Leve ao forno pré-aquecido a 180º C por, cerca de, 45 minutos. Quando as batatas estiverem tenras e as aves douradas, está pronto.



Para acompanhar este prato, recomendo:

Quinta da Lixa
Aroma das Castas

Castas: Alvarinho e Trajadura
Região: Vinhos Verdes
Aroma: Frutado com notas florais.
Paladar: Frutado, elegante e persistente.

A Casta Alvarinho é uma das variedades menos produtivas do mundo. Procure notações de fruta de caroço como o pêssego, esta variedade revela ainda notas de flor de laranjeira conferindo ao conjunto elegância e complexidade.
A Casta Trajadura potencia o corpo e o prolongamento, com notações frutadas de pêra. Perfeita combinação de duas das mais nobres Castas da Região dos Vinhos Verdes.
Inspire-se no rótulo e sinta todo o potencial deste vinho equilibrado e harmonioso.
Visite: www.quintadalixa.pt



Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Azeite Escalabitano, Paladin, Margão, Marnoto e Quinta da Lixa pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.