Lulas à Chinesa




















500 g de lulas limpas FRINA/FRIP
200 g de cogumelos shimeji pretos
2 c. sopa de óleo de sésamo
1 cenoura grande
100 g de rebentos de bambu
1/2 couve bok choy (couve chinesa)
2 dentes de alho, laminados
1 pitada de cominhos em semente Margão
250 ml de caldo de peixe
1 c. chá de açúcar
1 c. sopa de vinho de arroz
1/2 c. sopa de vinagre de arroz
1/2 c. sopa de molho de soja com sal reduzido Kikkoman
Noodles q.b.


Comece por retirar os tentáculos ás lulas (guarde-os para uma outra receita, panados, por exemplo, são deliciosos e crocantes).
Abra os sacos das lulas ao meio e retire-lhes todas as peles e lave-os. Corte cada metade do saco de lula novamente ao meio, na vertical, de modo a obter tiras (se forem muito largas, corte novamente). Com uma faca bem afiada, retalhe a parte exterior do lula formando losangos (se retalha a parte exterior da lula ela irá enrolar ao cozinhar e ficará com o efeito igual ao da fotografias, se retalhar do lado interior, ficará com tirinhas). 
Escalde as lulas em água a ferver, durante cerca de 1 minuto e escorra em seguida muito bem. Reserve.
À parte, corte a cenoura, o bambu e a couve chinesa em tirinhas, tendo o cuidado de separar a parte branca da verde desta última. 
Escalde as lulas em água a ferver, durante cerca de 1 minuto e escorra em seguida muito bem. 
No wok, aqueça o óleo de sésamo e junte-lhe os cominhos, a cenoura, o bambu e a parte branca da couve, deixando cozinhar por dois minutos. Acrescente as lulas, o alho e os cogumelos e deixe saltear cerca de 4 minutos.
Regue com o caldo de peixe, com o vinho e o vinagre de arroz. Mexa, tempere com o molho de soja, adicione o açúca e a restante couve e deixe ferver durante cerca de 2-4 minutos, agitando a frigideira. Verifique se as lulas estão tenras, rectifique o sal e o molho de soja. 
Sirva de imediato simples ou acompanhe com noodles (massa chinesa).




Para acompanhar este prato, recomendo: 




Pontual Wines 
PLC - Companhia de Vinhos do Alandroal
Branco

Castas: Arinto, Antão Vaz e Verdelho
Região: Alentejo
Enólogos: Paolo Fiuza Nigra / Dinis Gonçalves


Prova 
Cor amarela esverdeada, no aroma apresenta notas tropicais e citricas, sobressaindo abacaxi e limas maduras. Na boca mostra-se fresco, mineral e de boa persistência. Um conjunto agradável.






Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Frip, Kikkoman, Margão e Pontual Wines pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.