Lulas à Dorê (com dois molhos)



















500 g de lulas limpas Frina/Frip
1 limão pequeno, em sumo
2 dentes de alho grandes
1 pitada de pimenta branca da Margão
Sal q.b.
200 ml de farinha de trigo
200 ml de farinha de milho fina
1 c. chá (cheia) de paprika Margão
Sal fino q.b.
Óleo para fritar

Molho Agridoce:
50 ml de azeite virgem extra Casa Soares de Albergaria
Sal fino q.b.
75 g de queijo creme para barrar nozes da Lactimaf
1/4 limão em sumo
1 c. sopa de mostarda Dijon Savora
1/2 c. sopa de salsa picada
2 c. sopa de mel (usei o mel biológico em embalagem tops da Ideias e Requintes)

Molho de Queijo:
100 ml de natas
100 ml de leite
80 g de queijo amanteigado A Queijeira da Lactimaf
1 pitada de pimenta branca
Sal fino q.b.


Comece por lavar as lulas por dentro e por fora e retire os seus tentáculos (guarde-os, tempere-os e frite-os à parte ou, se preferir, faço tudo junto - não fica tão bonito mas é prático).
Com uma tesoura de cozinha, corte anéis de lula com 1 cm de largura e adicione-os a um recipiente. Tempere com sal, pimenta branca, os alhos bem picados e o sumo de limão. Deixe marinar por 30 minutos.
Num saco de plástico (verifique se não tem furos), coloque as farinhas, a paprika ou piripiri e sal fino. Misture-as bem e adicione as lulas escorridas da marinada. Agite bem o saco para misturar bem todos os ingredientes e verifique se, todos os aros de lula, estão revestidos.
Aqueça o óleo e, quando este estiver bem quente, frite os anéis de lula até dourarem. Transfira-os para papel absorvente e deixe arrefecer.
Sirva com os molhos que deve preparar com alguma antecedencia.

Para preparar o molho agridoce deve misturar o queijo creme com o mel, a mostarda, o sumo de limão, o azeite, o sal e a salsa. Misture bem para ficar muito cremoso.
O molho de queijo deve ser confecionado levando ao lume o queijo, partido em pequenos pedaços, juntamente com as natas, o leite e a pimenta. Deixe derreter, em lume brando e mexendo sempre. Quando ferver, baixe o lume, tempere com sal e mexa até obter um molho liso e homogéneo (se necessário, junte um pouco mais de leite pois o molho engrossa depois de arrefecer.



Para acompanhar este prato, recomendo:



Arca Nova Loureiro
Quinta das Arcas

Denominação: DOC Vinho Verde
Castas: Loureiro, Arinto e Trajadura

O vinho mais emblemático da Quinta das Arcas e o primeiro vinho a ser produzido pela empresa. Um vinho muito apreciado pelo seu equilíbrio, pela conjugação perfeita entre os aromas de três das mais famosas castas da região e ainda pela excelente relação qualidade/preço. É também um dos vinhos mais premiados da Quinta das Arcas.

Visite a loja online: www.quintadasarcas.com/lojadaquinta/






Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Frip, Lactimaf, Casa Soares de Albergaria, Savora, ideias e requintes, Margão e Quinta das Arcas pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.