Strogonoff de Frango Cremoso














80 g de chouriço tradicional alentejano Sicarze disponível no Intermarché e Comércio Tradicional
500 g de peito de frango, cortado em tiras
1 cebola, bem picada
2 dentes de alho, picados
1.5 c. sopa de polpa de tomate Compal
1 folha de louro
1 fio de azeite
25 ml de vinho do Porto 
1/2 cubo de caldo de galinha
1 lata pequena de cogumelos laminados Compal
1 c. chá de mostarda
1 c. chá de ketchup (usei o ketchup à portuguesa da Paladin)
120 ml de leite meio gordo Terra Nostra
1/2 c. chá de amido de milho
1 c. chá de molho inglês Paladin
200 ml de natas
1 pitada de pimenta branca Margão
Sal q.b.
Batata palha q.b.

175 g de arroz agulha Bom Sucesso
350 ml de água
1/2 cebola pequena
1 fio de azeite extra virgem Casa Soares de Albergaria
Sal q.b.


Comece por cortar o peito de frango em fitas não muito grandes e tempere com sal , pimenta branca e mostrada. Envolva bem o tempero na carne e deixe tomar gosto por 30 minutos.
Aqueça o azeite e junte-lhe a cebola e os dentes de alho bem picados.
Quando a cebola estiver quase refogado, junte a folha de louro e deixe refogar mais um pouco.
Adicione o frango e o chouriço, sem pele, picado grosseiramente. Deixe alourar a carne, de ambos os lados, e  junte os cogumelos. Deixe fritar mais uns minutos e regue com o vinho do Porto,deixando o álcool evaporar.
À parte, dissolva o amido de milho no leite, misturando bem e junte-a ao preparado de carne. Envolva e acrescente a polpa de tomate e o ketchup, mexa tudo, junte o cubo do caldo e deixe cozinhar cerca de 5 minutos.
Tempere com o molho inglês e junte as natas. Envolva, retifique o sal, deixe ferver e apague o lume.
Enquanto isto, leve ao lume um tacho com a água, a cebola e o azeite. Tempere com sal e, assim que levantar fervura, adicione o arroz. Envolva e cozinhe, em lume brando, com o tacho tapado por cerca de 12 minutos.
Sirva o strogonoff acompanhado de arroz branco e batata palha.





Para acompanhar este prato, recomendo:

Conde Villar


Quinta das Arcas
Branco

Denominação: DOC vinho verde
Ano: 2015
Castas: Loureiro, Arinto e Trajadura

Aspecto: Límpido e cristalino, com leves reflexos palha;
Aroma: Notas florais abundantes mas elegantes, acompanhadas de agradáveis e frescas sensações citrinas.
Paladar: Estrutura complexa. Redondo e macio onde o final de boca é longo. Perfeito equilíbrio entre alcool e acidez.

Visite a loja online: www.quintadasarcas.com/lojadaquinta/





Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Terra Nostra, Compal, Sicarze, Bom Sucesso, Casa Soares de Albergaria, Margão, Paladin e Quinta das Arcas pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.