Salmão com Crumble Exótico e Puré de Ervilha









medalhões de salmão (400g) Pescanova
1 raminho de coentros
1 fio de azeite extra virgem Acushla
1 c. sopa, mal cheia, de caril Madras da Margão
80 g de pão ralado simples da Rialto
80 g de manteiga


50 g de queijo de cabra com alecrim Premium da Lacticínios do Paiva
Sal q.b.

400 g de ervilhas escorridas Compal
1 cebola média
1.5 c. sopa de manteiga  Lacticínios do Paiva
80 ml de natas
1 pitada de pimenta Margão
Flor de sal Marnoto



Comece por descongelar os medalhões de salmão e tempere-os com sal e pimenta branca.
À parte, pique os coentros muito bem e junte-lhes o caril, o pão ralado e o queijo. Regue com a manteiga derretida e misture até obter uma pasta homogénea.
Cubra a parte superior dos medalhões de salmão com a mistura de caril e transfira-os para um tabuleiro untado com azeite. Leve ao forno, previamente aquecido a 180ºC por 20 minutos.
Ao mesmo tempo, cozinhe as cebolas picadas com a manteiga e deixe amolecer. Junte as ervilhas escorridas, misture e deixe cozinhar durante dez minutos em lume brando.Por fim, reduza tudo a puré com a varinha mágica. Adicione as natas, verifique o sal, junte uma pitada de pimenta e mexa bem.
Retire os medalhões do forno e sirva-os juntamente com o puré de ervilhas.



Para acompanhar este prato, recomendo:

Touriga Nacional 
Terras do Minho Rosé
Quinta da Lixa

Castas: Touriga nacional
Região: Vinhos Verdes

A Touriga nacional é tida por muitos como a casta mais nobre entre as tintas de Portugal.
Cor vermelha bem viva, notações de morango e groselha, complementando com sugestões florais revelam a exuberância do aroma.
Na boca apresenta-se muito equilibrado, com boa acidez e notas gulosas de fruta fresca.
Um vinho volumoso e envolvente.




Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Pescanova, Lacticínios do Paiva, Acushla, Compal, Rialto, Marnoto Quinta da Lixa pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.