Empanadas de Pato










Massa:
250 g de farinha
1/2 c. chá de sal 
100 g de manteiga Lacticínios do Paiva
10 c. sopa de água
1 ovo batido

1 embalagem de desfiado de pato com calda Marinhave/Quinta da Marinha
1 cebola
3 dentes de alho picados
100 g de polpa de tomate Compal
1 fio de azeite
Molho de piri pri 
1 c. chá de tomilho
1 pitada de pimenta branca Margão
Flor de sal Marnoto


Comece por preparar a massa misturando a farinha com o sal. Adicione a manteiga, em temperatura ambiente, misturando bem com as pontas dos dedos até obter uma espécie de farelo. Adicione a água, aos poucos, e amasse até obter uma massa elástica e que não grude nas mãos. Divida a massa em 15 partes iguais, moldando pequenas bolas. Tape-as com película aderente e leve ao frigorífico durante 30 minutos.
Enquanto isto, aqueça o azeite e junte-lhe a cebola e os dentes de alho picados. Deixe amolecer e acrescente opato desfiado. Tempere com sal, pimenta, tomilho, molho de piripiri e regue com a polpa de tomate. Deixe cozinhar por 5 minutos, reduza o preparado a puré, retifique os temperos, adicione um pouco da calda da cozedura e cozinhe por mais alguns minutos. deixe arrefecer completamente.
Estenda cada uma das partes da massa e faça círculos com elas sobre uma superfície enfarinhada (a massa deve ter uma espessura fina).
Distribua o recheio pela massa, colocando-o ao centro desta, dobre-a a meio para fechar, ficando com uma empanada com o formato de meia-lua. Molhe as pontas da massa, pressione-a com as pontas dos dedos e, depois, com os dentes de um garfo, de modo a ficar bem selada.
Transfira as empanadas para um tabuleiro, pincele-as com o ovo batido e leve-as ao forno, previamente aquecido a 200ºC, por 15 minutos, ou até a massa se apresentar cozida e as empadas douradas.


Para acompanhar este prato, recomendo:

O Tal da Lixa - Branco
Quinta da Lixa

Castas: Trajadura, Loureiro, Azal e Pedernã
Região:Vinhos Verdes

Este vinho provem de castas tradicionalmente utilizadas na Região dos Vinhos Verdes, como a Trajadura, Loureiro, Azal e Pedernã. De cor citrina, apresenta aromas frutados, com algumas notas florais. Na boca mostra-se equilibrado e persistente . A sua acidez natural faz ressaltar o seu carácter frutado.





Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Marinhave, Lacticínios do Paiva, Compal, Margão, Marnoto e Quinta da Lixa pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.