Mini Tartes de Tomate e Cavalinha












3 conservas de filetes de cavala rm molho de mostarda CântaraLa Gondola
200 g de tomate cereja
4 dentes de alho
200 g de queijo flamengo Lacticínios do Paiva
Ervas de Provence q.b.
250 g de farinha
1/2 c. chá de sal (usei o sal marinho Marnoto)
100 g de margarina
10 c. sopa de água
1 ovo batido


Comece por preparar a massa misturando a farinha com o sal. Adicione a margarina, em temperatura ambiente, misturando bem com as pontas dos dedos até obter uma espécie de farelo. Adicione a água aos poucos e amassa até obter uma massa elástica e que não grude nas mãos. Divida a massa em 12 partes iguais, moldando pequenas bolas. Tape-as com película aderente e leve ao frigorífico durante 30 minutos.
Estenda cada uma das partes da massa e forre pequenas formas frisadas com eles. Pique a massa com um garfo e reserve.
Esmague o conteúdo das conservas com um garfo até obter uma espécie de massa. Adicione uma boa porção deste preparado ao interior de cada tarte. Junte-lhe também tomates cereja, cortados em quartos, e o queijo ralado grosseiramente. Envolva delicadamente, polvilhe com mais um pouco de queijo e termine com uns salpicos de ervas de Provence.
Leve ao forno, previamente aquecido a 200ºC cerca de 20 minutos, ou até a massa se apresentar cozida e as tartes douradas. 
Sirva morno ou frio.






Para acompanhar este prato, recomendo: 




Pontual Wines 
PLC - Companhia de Vinhos do Alandroal
Branco

Castas: Arinto, Antão Vaz e Verdelho
Região: Alentejo
Enólogos: Paolo Fiuza Nigra / Dinis Gonçalves


Prova 
Cor amarela esverdeada, no aroma apresenta notas tropicais e citricas, sobressaindo abacaxi e limas maduras. Na boca mostra-se fresco, mineral e de boa persistência. Um conjunto agradável.






Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à La Gondola, Lacticínios do Paiva, Marnoto e Pontual Wines pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.