Cornocópias de Cavalinha










2 conservas de cavalinhas primavera em azeite com piri-piri La Gondola
80 g de cebola
3 c. de sopa de cebolinho fresco biológico Aroma Alentejo (adquirir contatando por aqui)
3 c. de sopa de salsa fresca biológica Aroma Alentejo (adquirir contatando por aqui)
2 c. de chá de mostarda Dijon
150 g de maionese Heinz
1 pitada de sal
1 pitada de pimenta branca Margão
1 ovo batido
Alface chicoria

Massa quebrada:
250 g de farinha 
125 g de manteiga Lacticínios do Paiva
2 gemas
100 ml de água
1 pitada de sal (usei a flor de sal Marnoto)
1 pitada de açúcar
Moldes em inox para cornocópias (que pode adquirir na Cenários Gulososclicando aqui)


Comece por misturar a farinha com a margarina usando uma batedeira eléctrica. Acrescente a água e uma pitada de sal e outra de açúcar, batendo. Incorpore as gemas na massa, sem parar de bater e amasse, manualmente, até obter um preparado maleável e homogéneo. Forme uma bola, embrulhe em película ou alumínio e leve 10 minutos ao frigorífico.
Estenda a massa sobre uma superfície enfarinhada  dando-lhe a forma de um retangulo de espessura fina. Corte tiras longas de massa com 1 cm de largura. Enrole estas tiras de massa na parte de fora das forma para cornocópias, começando pelo bico e enrolando até à parte mais larga. Pincele com o ovo batido e disponha os cones sobre um tabuleiro com o bico virado para cima. leve ao forno, pré-aquecido a 180ºC por 15 minutos ou até dourarem.
Desenforme com cuidado e deixe arrefecer.
Enquanto isto, prepare a pasta de cavalinha começando por picar a cebola finamente. Pique também a salsa e o cebolinho. Escorra as cavalinhas e esmague-as, muito bem, com um grafo. Adicione-lhes as ervas picadas, a cebola, a mostarda e a maionese. Tempere com sal e pimenta-preta e envolva.
Preencha os cones de massa com pasta de cavalinha e pedaços de alface chicória, intercalando-os até encher completamente. Sirva fresco, colocando as cornocópias dentro de copos.




Para acompanhar este prato, recomendo: 




Pontual Wines 
PLC - Companhia de Vinhos do Alandroal
Branco

Castas: Arinto, Antão Vaz e Verdelho
Região: Alentejo
Enólogos: Paolo Fiuza Nigra / Dinis Gonçalves


Prova 
Cor amarela esverdeada, no aroma apresenta notas tropicais e citricas, sobressaindo abacaxi e limas maduras. Na boca mostra-se fresco, mineral e de boa persistência. Um conjunto agradável.


Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à La Gondola, Lacticínios do Paiva, Cenários Gulosos,  Aroma Alentejo, Margão, Marnoto Pontual Wines pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.