Bolo de Noz com Doce de Ovos










200 g de miolo de nozes (moído em farinha)
300 g de açúcar
200 g de manteiga Terra Nostra
150 g de farinha
300 g de ovo liquido pasteurizado Dovo (equivalente a 6 ovo M) da Derovo
1 c. chá de fermento químico em pó Vahiné

Doce de ovos:
12 gemas de ovo 
250 ml de água
300 g de açúcar

Decoração:
Fios de ovos (receita aqui)
Metades de noz




Comece por preparar o doce de ovo levando ao lume a água com o açúcar. Mexa para dissolver o açúcar e aguarde que atinja ponto de pérola, que acontece quando o fio que correr da colher for espesso e ficar uma gota suspensa na extremidade (temperatura 108º C). Retire do lume e deixe arrefecer cerca de 10-15 minutos. Ao fim deste tempo, e quando a calda já não estiver tão quente, junte-lhe as gemas (previamente batidas) a pouco e pouco enquanto mexe constantemente com uma vara de arames.
Leve o creme de ovo novamente ao lume até atingir ponto de estrada; que acontece quando passar uma colher de madeira no fundo do tacho e, se formar como que uma estrada que deixe ver o fundo (temperatura 110º C ). Cuidado neste momento para deixar ferver ou o doce de ovos ficará cristalizado. Deixe arrefecer e conserve no frigorífico até ao momento de usar.

Enquanto isto, unte e enfarinhe uma forma média de aro amovível e pré-aqueça o forno a 180°C.
Bata a manteiga com o açúcar até obter um creme fofo. Junte-lhe os ovos, um a um e batendo sempre, junte a farinha, previamente misturada com o fermento, e bata bem. Acrescente a noz moída em farinha e misture bem. Verta a massa na forma e leve ao forno durante 40 minutos (faça o teste do palito). 
Desenforme, corte o bolo em duas partes iguais e deixe arrefecer. Coloque uma das partes do bolo sobre um prato de servir e barre, a sua superfície, com bastante doce de ovos. Cubra com a outra parte do bolo e barre todo ele com o restante doce de ovos. 
Forme um círculo na parte superior do bolo com fios de ovos e outro na parte inferior, junto do prato. Decore com metades de noz e sirva.





Para acompanhar esta receita, recomendo:

Ginja D'Óbidos - Licor de Ginja
Vila das Rainhas
Frutóbidos

O sucesso do Licor de Ginja d`Óbidos “Vila das Rainhas”, está na essência do fabrico artesanal, sem corantes nem aromatizantes, obtendo-se um néctar de cor rubi e sabor aveludado, o qual deve ser consumido a uma temperatura de 14ºC ou 15ºC.

Teor alcoólico:
20% vol.

Saiba mais:


Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação desta sobremesa.

O meu muito obrigada à Terra Nostra, Vahiné, Derovo Vila das Rainhas (Frutóbidos) pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.