Conchiglioni Recheada à Bolonhesa

















150g de massa conchiglioni
75g de queijo flamengo Quinta dos Ingleses
100g de queijo mozzarella
Oregãos secos q.b.

Recheio:
250g de carne de vaca picada
1 cebola pequena, picada
2 dentes de alho, picados
1 fio de azeite (usei o azeite Quinta dos Ingleses)
1 folha de louro
1/4 copo de vinho branco
1 colher de chá de oregãos secos
1 colher de chá de mangericão seco
200g de tomate reduzido a puré
Pimenta branca q.b.
Flocos de malaqueta q.b.
Sal q.b. (usei o sal marinho Marnoto)

Molho Béchamel:
50 g de margarina
50 g de farinha
500ml de leite
Sal q.b. (usei o sal marinho Marnoto)
Pimenta branca e noz-moscada q.b.




Coza a massa em água fervente temperada de sal, escorra-a e deixe arrefecer um pouco.
Recheie as conchas com a carne picada, coloque-as num tabuleiro, lado a lado e com o recheio virado para cima, cubra-as com o molho béchamel e salpique-as com o queijo mozzarella ralado.
Por fim, adicione farripas de queijo amanteigado e polvilhe com oregãos.
Leve ao forno (pré aquecido a 200ºC) por aproximadamente 20 minutos, ou até que esteja gratinado.


Recheio:
Leve ao lume um tacho com o azeite, a cebola, o alho e a folha de louro. Deixe refogar um pouco, até que a cebola fique ligeiramente dourada.
Coloque a carne, misture e tempere de sal, pimenta e os flocos de malagueta.
Deixe a carne cozinhar por igual e vá mexendo, para que se solte, e vá ficando tenra. Junte o vinho, o tomate reduzido a puré, os oregãos e o mangericão, deixe ferver.
Aos poucos, vá adicionando água quente e vá mexendo, para que tudo se ligue.
Mantenha o tacho em lume médio e vá mexendo de vez em quando. Deixe refogar e, se necessário, rectifique os temperos. Reserve.


Molho Béchamel:
Comece por aquecer o leite, sem deixar ferver. 
Num outro tacho derreta a manteiga em lume brando, e junte a farinha a pouco e pouco, mexendo bem com uma colher de pau. Vá juntando o leite, pouco de cada vez, mexendo sempre com uma vara de arames para que não crie grumos. Continue sempre a mexer até sentir que o molho começa a engrossar. Quando se começarem a formar as primeiras bolhas da fervura, pare de mexer e deixe cozinhar até ficar grossinho. Tempere com sal, pimenta e um pouco de noz moscada e deixe cozinhar mais um pouco.


Para acompanhar este prato, recomendo:





Touriga Nacional 2010
Regional Península de Setúbal 

Castas: Touriga Nacional

Notas de Prova:
Vinho de cor granada, concentrado. Aroma confitado a lembrar fruta preta muito madura e a compota, com toque floral ligeiro típico da casta. Na boca é muito cheio, aveludado com taninos macios muito bem integrados. Final longo e persistente.






Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Casa Ermelinda FreitasQuinta dos Ingleses e Necton pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.