Filhós de Laranja

















450g de farinha
3 ovos
25ml de aguardente (usei a aguardente Vellhísima da Caves do Solar de São Domingos)
20g de fermento de padeiro fresco
2 laranjas grandes

1 dl de água morna
1 pitada de sal (usei a flor de sal Marnoto)
Óleo para fritar q.b.
Açúcar branco q.b.
Canela em pó q.b. (usei da marca Suldouro)

Comece por dissolver o fermento na água morna.
Num recipiente, adicione os ovos e o sumo de laranja, misture com uma colher de pau e junte o fermento dissolvido e a aguardente, mexendo bem. Acrescente a farinha, previamente misturada com o sal e mexa com uma colher de pau por inúmeras vezes até que obtenha uma massa homogénea e a querer despegar-se das paredes do recipiente.
Tape com um pano e deixe levedar, em lugar aquecido, até dobrar de volume (cerca de 1.30h).
Entretanto, aqueça o óleo e frite a massa que vai moldando com uma colher (execute a técnica dos pastéis de bacalhau; passando uma colher na outra para soltar a massa). Quando estiverem dourados retire e escorra numa rede e papel absorvente. 
Num prato misture açúcar e canela a gosto, e passe lá as filhós bem escorridas mas ainda quentes. Sirva de imediato.



Para acompanhar estas filhós, recomendo:




Porto Special White Reserve - Quinta do Estanho

Vinho do Porto branco oriundo de uvas das castas Malvazia Fina, Viozinho, Gouveio, Ribigato entre outras.
Verificado em cubas de inox com temperaturas controladas e estágio em tonéis  de madeira avinhada entre 7 a 9 anos.

Notas de Prova: Aroma limpo, fino e velhice possante em madeira. Vinho branco dourado com maturidade e finura, denotando o inicio de aromas terciários. Na boca é suava, subtil, com leves paladares a especiarias que lhe conferem graciosidade e equilíbrio, tendo um final prolongado.


Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação destas filhós.

O meu muito obrigada à Caves do Solar de São Domingos, Suldouro, Necton Quinta do Estanho pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.