Panettone (Bolo de Natal Italiano)














O Panettone é um pão doce de origem milanesa do norte da Itália e, que é, confeccionado no Natal.
Este pão doce de Natal possui fragrância discreta a baunilha e recheio de frutas secas, tais como damasco, laranja, limão, figo, maçã, cidra e a uva passa, sendo inumeras as combinações do seu recheio.
Várias lendas tentam explicar a sua origem, mas, não se sabe qual é a mais correcta. Consta que, as origens deste bolo são antigas, dizem que remonta ao Império Romano e ao seu bolo fermentado e recheado de frutas secas. Ao longo dos séculos este "bolo de frutas, alto e levedado" faz aparições nas artes: ele é mostrado numa pintura do século XVI, por Pieter Brueghel, o Velho, e é, possivel, que seja mencionado num livro de receitas escrito por Bartolomeocontemporâneo de Scappi (chef pessoal de Papas e imperadores durante o tempo de Carlos V).  
A primeira associação registada do Panettone com o Natal remonta ao século 18 nos escritos do iluminista Pietro VerriEle se refere a este pão doce como "Pane di Tono(pão/bolo de luxo).




13g de fermento de padeiro
120ml de água quente
50g de açúcar
1 ovo
65g de iogurte natural
1 colher de chá de baunilha
1/2 colher de sopa de raspa de limão
1 pitada de sal
250g de farinha
30g de sultanas escuras
30g de sultanas claras
1/2 colher de sopa de açúcar em pó



Num recepiente junte a água quente, o fermento de padeiro e o açúcar, mexa e aguarde 5m.
Num recipiente grande, coloque o ovo, iogurte, baunilha, raspa de limão e sal. A esta mistura junte o fermento dissolvido e envolva bem. Vá adicionando a farinha aos poucos e misturando bem. Amasse até obter uma massa elástica e que não grude nas mãos (talvez seja necessário acrescentar mais farinha). Forme uma bola com a massa, coloque-a num recepiente e cubra-o bem com panos, levando-a, depois, a levedar até dobrar de volume (cerca de 1 hora).
Junte o açúcar em pó às sultanas e mexa bem patra que estes de misturem. Adicione este preparado à massa que levedou e amasse novamente até que as frutas fiquem bem misturadas na massa.
Forre uma panela de aleminio com 18 centimetros de diâmetro e 15 de altura com tiras de papel vegetal ou unte uma forma de 20cm de diâmetro. Nela verta a massa, alise a superficie, tape bem com um pano e deixe levedar por mais 30 minutos.
Pré-aqueça o forno a 175ºC e leve o panettone a cozer durante 45m, aproximadamente.




Para acompanhar este bolo, recomendo:




Porto Special White Reserve - Quinta do Estanho

Vinho do Porto branco oriundo de uvas das castas Malvazia Fina, Viozinho, Gouveio, Ribigato entre outras.
Verificado em cubas de inox com temperaturas controladas e estágio em tonéis  de madeira avinhada entre 7 a 9 anos.

Notas de Prova: Aroma limpo, fino e velhice possante em madeira. Vinho branco dourado com maturidade e finura, denotando o inicio de aromas terciários. Na boca é suava, subtil, com leves paladares a especiarias que lhe conferem graciosidade e equilíbrio, tendo um final prolongado.


Aqui está o produto fantástico que usei para acompanhar deste bolo.

O meu muito obrigada à Quinta do Estanho pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.