Fantasia de Baunilha com Biscoitos Folhados




















12 biscoitos folhados rectangulares (usei os Pailloline caramelizados da Du Bois de la Roche)
300ml de natas
4.5 colheres de sopa (rasas) de açúcar em pó (usei da marca Sidul)
1 colher de chá de sumo de limão
1.5 colher de chá de essência de baunilha
3 folhas de gelatina incolor
Multi-deco da Vahiné q.b. (pepitas multicolores + bolinhas coloridas)


Comece por levar as natas ao congelador por 20 minutos antes de as usar.
Prepare uma forma de bolo inglês (ou 2 formas retangulares mais pequenas), untando-a com óleo e forrando-a com papel vegetal a toda a volta.
Demolhe as folhas de gelatina em água fria por 10 minutos.
Junte o sumo de limão ás natas e bata-as em chantilly firme, acrescente o açúcar em pó e a essência de baunilha, envolva e bata mais um pouco. Aqueça água e deixe ferver, junte ás folhas de gelatina previamente espremidas, 2 colheres de sopa de água e mexa para que se dissolva completamente. Adicione a gelatina dissolvida ás natas, com cuidado e em fio, e envolvendo muito bem com uma espátula.
Na forma que preparou, faça uma cama de chantilly com cerca de 1 cm de espessura. Adicione 4 biscoitos folhados sobre o creme e lado a lado. Cubra com mais chantilly e continue com este processo até terminarem os biscoitos. Por fim, cubra com uma camada mais espessa de creme, alise a superfície e cubra todo o recipiente com película aderente. Leve ao congelador por 3 horas para solidificar.
Ao fim deste tempo, desenforme com cuidado sobre um prato de servir e salpique todo o gelado com pepitas coloridas  e decore com bolinhas coloridas formando flores.
Sirva de imediato ou leve ao frigorífico antes de servir.



Para acompanhar esta sobremesa, recomendo:


Porto Tawny
Ramos Pinto


O Tawny é um blend de 3 a 5 anos obtido por lotação de vinhos com um grau de maturação variável, conduzido através de envelhecimento em cascos e tonéis. Envelhecido em pipas, apresenta-se sempre mais evoluido do que o Ruby.

Notas de Prova:
Cor vermelha tawny, com menisco cor de topázio.
No aroma, a primeira impressão é de leveza, evoluindo para uma grande suavidade adquirida pelo estágio em madeira.
A sensação na boca é leve, quente e de grande macieza, resultado do seu envelhecimento.

Este “adolescente” é um Porto maduro e frutado com um carácter complexo e delicado. No final, o equilíbrio é perfeito, conferindo-lhe uma saborosa delicadeza.




Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação desta sobremesa.

O meu muito obrigada à Vahiné, Du Bois de la RocheSidul Ramos Pinto pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.