Sopa Marinheira


















2 postas de maruca (usei a maruca congelada da marca Frip)
10 camarões inteiros
2 litros de água
70 g (da parte branca) do alho francês
1 batata grande
2 cenouras
1 c. sopa de azeite (usei o Azeite Castelo de Marvão)
1 cebola pequena
2 dentes de alho
1 folha de louro
1 c. sopa de concentrado de tomate (usei da marca Compal)
1 tomate
150g de massa anelini rigate
1 pitada de mistura de 5 pimentas (usei da marca Suldouro)
1 raminho de coentros frescos q.b.
Molho de piripiri q.b. (usei da marca Paladin)
Sal q.b. (usei o sal marinho Marnoto)



Comece por aquecer a água, tempere-a com sal e molho de piripiri e acrescente-lhe os camarões inteiros e o peixe. Deixe-os cozer, retire-os para arrefecer e coe o caldo. Livre o peixe de peles e espinhas, desfie-o e descasque os camarões. Reserve ambos.
Ao caldo de cozedura, adicione as batatas em pequenos pedaços, as cenouras em rodelas, 1 raminho de coentros e o alho francês. Deixe cozer por, cerca de 20 minutos, ou até todos os legumes se encontrarem macios. Retire o ramo de coentros e reserve.
Entretanto, num tacho maior, aqueça o azeite e junte-lhe a cebola e os alhos picados. Deixe-os amolecer e acrescente o louro, o tomate em pedaços e o concentrado de tomate. Refogue durante 3 minutos e tempere com sal e a mistura de pimentas.
Retire a folha de louro e junte o preparado que reservou ao refogado, deixe cozer por 5 minutos e reduza a puré. 
Leve novamente ao lume para ferver, junte a massa, deixando-a cozer, mexendo de vez em quando (se a sopa estiver muito seca junte mais um pouco de água). 
Por fim, adicione o peixe desfiado, os camarões descascados e retifique o sal e o piripiri. Deixe aquecer bem e sirva.




Para acompanhar este prato, recomendo:




Loureiro
Quinta da Lixa 

Castas: Loureiro
Região: Vinhos Verdes

Obtido exclusivamente a partir da casta que lhe dá o nome, trata-se de um vinho seco produzido apenas em anos de qualidade.
É um vinho equilibrado e persistente de cor citrina de aromas bem marcados e complexos, muito próprios da casta.
Na boca a sua frescura natural faz ressaltar o seu caracter frutado.









Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Frip, Compal, Paladin, Azeite Castelo de Marvão, Suldouro, Necton e Quinta da Lixa pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.