Salmão Selvagem do Alasca











Hoje não venho mostrar-vos uma receita, mas falar-vos de algo que descobri há pouco tempo e que me impressionou bastante.

Sabia que o salmão que consome, e que compra na maioria dos super/hipermercados, é todo de aquacultura? E que o salmão "de verdade", o selvagem, é bem diferente daquele que estamos habituados a comer? É diferente na cor, na textura e no sabor.


A maior parte do salmão que chega ao nosso prato tem valor nutricional baixo, elevada taxa de gordura, além de conter corantes artificiais e antibióticos. Este é o salmão de aquacultura, tendo aquela gordura característica que tão bem conhecemos, mas o selvagem não, o que vive livremente não tem essa gordura, pois não é constantemente alimentado, não vive em cativeiro e pode nadar livremente, alimentando-se de forma natural.
O importante é ter em mente que o salmão proveniente de criação não é tão saudável quanto o selvagem. Sempre que possível, opte pelo salmão selvagem. Ele é facilmente reconhecível pela sua cor, um vermelho vivo e escuro, como pode ver na imagem acima (à esquerda o salmão selvagem e na direita o salmão de cativeiro).


O Salmão Selvagem, para além de ser uma boa fonte de proteína, é um peixe rico em ômega 3, que melhora o humor e previne doenças cardiovasculares, alzheimer e depressão, segundo especialistas. Contudo, as propriedades do salmão selvagem – pescado de maneira natural - são diferentes do salmão cultivado em cativeiro, como o que consumimos no nosso país.

No Alasca, todo o salmão é selvagem porque a Constituição deste Estado proíbe a psicultura (aquacultura, ou seja, criação de peixes em cativeiro) a fim de evitar eventuais problemas que afetem a fauna marinha local. Isso garante que todo pescado capturado no Alasca seja selvagem. Salmões, outros peixes e frutos do mar vivem a um ritmo natural e nadam livremente nas águas frias, límpidas e puras da costa rochosa do Alasca, que possui extensão de 34 mil milhas.


Descobri o site do Alasca Seafood em português onde pode conhecer um pouco mais sobre a pesca sustentável praticada, a variedade de peixes disponíveis e onde encontra-los no nosso país. Clique aqui para ver a página online e aqui para conhecer a sua página no facebook.


É verdade que o preço do salmão selvagem do Alasca é substancialmente mais caro e não se encontra nos supermercados (descobri que há na Makro). Mas, lembre-se que a pesca nos mares do Alasca é sustentável, ambientalmente responsável e certificada.
O Salmão Selvagem do Alasca é o verdadeiro salmão, vivendo livremente e contendo inúmeros benefícios para a nossa saúde (e um sabor incrível).