Migas de Espargos com Entrecosto à Alentejana










1 kg de entrecosto carnudo
8 dentes de alho 
1 folha de louro
1.5 c. sopa de massa de pimentão à antiga da Paladin
100 ml de vinho branco
Sal q.b. 
1 pitada de pimentón de la vera McCormick /Margão
1.5 c. sopa de banha
1 fio de azeite
Molho de piripiri q.b.

Migas:
300 g de espargos verdes
650 ml de caldo de galinha
1 pão tipo alentejano 
1 fio de azeite extra virgem Acushla
Sal marinho Marnoto


Comece por cortar o entrecosto em pedaços pequenos e tempere com quatro dentes de alho laminados, a massa de pimentão, a folha de louro, o vinho branco e o sal. Deixe marinar por 24 horas.
No dia seguinte, aqueça o azeite com a banha e junte-lhe a carne e um pouco da marinada. Adicione um pouco de pimentão doce, tape e deixe cozinhar até a carne se apresentar macia. Retifique os temperos, adicione molho de piripiri e deixe cozinhar até a carne estar no ponto (reserve o tacho com a gordura).
Enquanto isto, elimine a parte mais dura do espargo, para tal deve dobrar o espargo até este se partir (parte que deve aproveitar é a que tem o espigo enquanto que pode usar a outra extremidade para preparar uma sopa). Pele os espargos, raspando a película brilhante que os envolve, mantendo intacta a parte espigada. Aqueça o caldo de galinha e, quando ferver, adicione-lhe os espargos. Deixe cozer até estarem tenros, mas ainda crocantes (al dente). Retire os espargos, corte-os em pedaços pequenos e reserve o caldo da cozedura.
Coe a gordura da carne, que reservou, e adicione-a novamente a um tacho. Aqueça-a, junte um pouco de azeite e os restantes alhos laminados, deixe-os amolecer um pouco. Acrescente o pão em pequenos pedaços, esmagando-o. Regue com o caldo de cozedura dos espargos até que o pão comece a desfazer-se. Adicione o ovo, misture e retifique os temperos. Junte os espargos e cozinhe mais um pouco até que as migas enxuguem.
Sirva as migas de espargos acompanhadas pelo entrecosto.




Para acompanhar este prato, recomendo:



Pontual Wines 
PLC - Companhia de Vinhos do Alandroal
Tinto :: Reserva

Castas: Alicante Bouschet (80%), Touriga Nacional (10%) e Syrah (10%)
Região: Alentejo
Enólogo: Paolo Fiuza Nigra


Prova 
Cor: Vermelha escura.
Aroma: Bastante intenso e poderoso, onde sobressaem notas de cassis e ameixa preta, estando tudo em harmonia com a madeira.
Paladar: Macio, muito bem estruturado e untuoso. Taninos arredondados e presentes. Um conjunto vigoroso.





Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Paladin, Acushla, Margão, Marnoto e Pontual Wines pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.