Maki Sushi de Morango, Manga e Requeijão Cremoso










220 g de arroz para sushi Bom Sucesso
500 ml de água
1 c. sopa de mirin (vinho de arroz, doce, que pode adquirir na Gloodclicando aqui)
1 c. sopa de açúcar
1 pitada de sal (usei a flor de sal Marnoto)
Óleo de sésamo
2 c. sopa de vinagre para sushi Kikkoman
5 folhas de alga nori
1 embalagem de requeijão ao natural para barrar da Saloio
1/2 manga madura ou em calda
200 g de morangos


Comece por aquecer 500ml de água e, quando ferver, junte-lhe o arroz. Deixe cozer, em lume brando, até que toda a água seja absorvida. Reduza o lume para o mínimo, tape, e coza por mais 5 minutos. Retire o tacho para uma superfície lisa e, tapado, deixe repousar por mais 10 minutos (ao fim deste tempo o arroz deve apresentar-se ligeiramente pegajoso, mas firme).
Entretanto, misture o açúcar com o vinagre, o vinho de arroz e o sal e leve ao lume para dissolver, mexendo.
Transfira o arroz para um recipiente largo (tabuleiro de barro/plástico ou tábua de cozinha), regue-o com a mistura anterior, envolva bem e espalhe-o com o auxilio de uma espátula. Deixe-o secar e arrefecer por cerca de 10 minutos.
Enquanto isto, corte tiras finas de morango e de manga. Reserve.

Para montar e enrolar o hossomaki envolva uma esteira de bambu (individual de mesa em bambu) em película aderente. Corte a folha de alga a meio e coloque uma das partes sobre a esteira de bambu. Sobre a alga, coloque uma fina camada de arroz, preenchendo bem, mas tendo o cuidado de deixar 2 cm livres de espaço numa das extremidades mais longas da alga (antes que tocar no arroz tem que molhar as mãos em água para que este não grudar nelas).
Ao centro do arroz e no sentido do comprimento, barre uma camada de requeijão cremoso e adicione, sobre ele, tiras finas de morango e de manga.
Passe uma pequena quantidade de óleo de sésamo na extremidade da alga que deixou sem arroz e comece a enrolar, com o auxilio da esteira, a parte mais longa da alga até chegar ao outro extremo que tem o óleo de sésamo, mas deixando-o de fora.
Cole a parte com óleo de sésamo contra a alga de modo a colar e a formar um rolinho. Corte este rolo em pedaços com 2.5cm e sirva.




Para acompanhar este prato, recomendo:

O Tal da Lixa - Branco
Quinta da Lixa

Castas: Trajadura, Loureiro, Azal e Pedernã
Região:Vinhos Verdes

Este vinho provem de castas tradicionalmente utilizadas na Região dos Vinhos Verdes, como a Trajadura, Loureiro, Azal e Pedernã. De cor citrina, apresenta aromas frutados, com algumas notas florais. Na boca mostra-se equilibrado e persistente . A sua acidez natural faz ressaltar o seu carácter frutado.








Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Saloio, Glood, Bom Sucesso, Kikkoman, Marnoto Quinta da Lixa pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.