Bolo Nega Maluca




















Nega-maluca é um bolo muito popular no Brasil. Este é confeccionado com chocolate, farinha, açúcar e ovos. Normalmente, leva uma cobertura feita com chocolate e leite condensado - brigadeiro (doce).

A origem do nome vem dos tempos de escravidão, sendo o bolo de origem brasileira mas a sua confecção legitimamente africana.
Consta que, uma mulher africana chegou ao Brasil logo que foi vendida, na África, como escrava para uma família de São Paulo. 
Nessa altura, todos a chamavam de nega maluca, pelo fato de ela não falar português e, assim sendo, ninguém conseguir entender nada do que ela falava. 
Reza a lenda que, um dia ela batia um bolo e, descuidada, acabou derramando todo o achocolatado da patroa dentro da massa. Assustada como o ocorrido, a mulher, misturou tudo e levou ao forno, pensando que não iriam descobrir o que fizera. 
Somente mais tarde se soube da delicia que a nega maluca tinha criado. Nessa altura o bolo ficou conhecido como "Bolo da Nega Maluca" e, mais tarde, o nome acabou sendo abreviado para apenas Nega Maluca.





4 ovos
300g de açúcar
300g de farinha
250ml de óleo de amendoim
250ml de água fervente
100g de chocolate em pó
1 colher de sopa (bem cheia) de fermento em pó


Cobertura:
200g de leite condensado
6 colheres de sopa de chocolate em pó
6 colheres de sopa de leite
1 colher de chá de manteiga (usei a manteiga Lacticínios das Marinhas)
1 pitada de flor de sal (usei a flor de sal Marnoto)



Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Unte com margarina e polvilhe com farinha uma forma de aro amovível de 26cm de diâmetro.
Num recipiente largo, misture a farinha com o açúcar e o chocolate em pó. Acrescente o óleo e os ovos, envolvendo bem para incorporar. Sem parar de mexer, incorpore a água quente, aos poucos e até obter um creme homogéneo. Por fim, junte o fermento e envolva bem.
Verta a massa na forma preparada e leve ao forno cerca de 30 minutos, sem abrir o forno durante a cozedura ou este pode abater.
Após este tempo, verifique a cozedura do bolo fazendo o teste do palito no centro do mesmo Deixe-o arrefecer dentro do forno fechado, desenforme depois de frio e coloque a cobertura.


Cobertura:
Leve ao lume um tachinho com a manteiga, o leite condensado, a flor de sal, o chocolate e o leite. Sem parar de mexer deixe cozinhar em lume brando até a mistura começar a espessar um pouco. Para verificar que está pronto basta que, ao passar uma colher pelo fundo do tacho, o creme desgrude do mesmo. Retire do lume e use de imediato ou, caso contrário, será muito difícil de barrar.










Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste bolo.


O meu muito obrigada à Lacticínios das Marinhas e à Necton pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.