Nachos de Feijão e Queijo




















1 embalagem de triângulos de milho (usei os nachos biológicos da marca Sovex)
Coentros frescos q.b.
Tabasco q.b. (usei o pripi-piri com pimentos de tabasco da Flor das Hortas)

Molho de feijão:
1 lata de feijão encarnado (usei da marca Compal)
1 cebola em pedacinhos
2 dentes de alho, picados
1 fio de óleo (usei o óleo de sésamo da marca Sovex)
1/3 pimento verde
1/3 pimento vermelho
6 colheres de sopa de milho cozido
500 g de tomate reduzido a puré
1/2 de um copo de água
1 colher de chá de piri-piri em pó (usei da marca Margão)
1/2 colher de chá de cominhos
1 colher de sopa de açúcar branco
1 pitada de farinha
1 pitada de pimenta (usei da marca Margão)
1 colher de chá de coentros picados
Sal q.b. (usei a flor de sal Marnoto)

Molho de queijo:
80 g de queijo cheddar
1 colher de sopa de farinha
1 colher de sopa de manteiga (usei da marca Terra Nostra)
120 ml de leite (usei o leite meio-gordo Terra Nostra)
1 pitada de sal



Aqueça o óleo e refoque a cebola e o alho até que a primeira se encontre translúcida. Acrescente os pimentos em quadradinhos, tempere com sal e pimenta e deixe cozinhar por 3 minutos.
Adicione o tomate em puré, o açúcar, o piri piri, os cuminhos e a água. Mexa e deixe cozinhar, em lume brando, por 15 minutos. 
Acrescente o milho, o feijão e uma pitada de farinha previamente dissolvido num pouco do molho. Envolva delicadamente, retifique o sal e o piri piri e deixe cozinhar por mais 10 minutos.
Retire do lume, deixe arrefecer um pouco e adicione os coentros picados.
Enquanto isto, derreta a manteiga com a farinha em lume brando. Adicione o leite e mexa com uma vara de arames. Mexa constantemente e vá adicionando pequenas porções de queijo cheddar, deixando-o derreter completamente. Tempere com sal e deixe cozinhar até que todo o queijo derreta e obtenha um molho homogéneo.
Disponha os nachos num prato de servir, adicione-lhes o molho de feijão morno e regue com o molho de queijo. Sirva de imediato e tempere com tabasco, se preferir.




Para acompanhar este prato, recomendo:


Conde Villar Tinto
Quinta das Arcas


Denominação: Vinho Regional Alentejano
Castas: Aragonez, Trincadeira, Allicante Bouschet, Touriga Nacional
Ano: 2013


Visual: Cor granada e concentrada;
Aroma: Aromas intensos e frutados, frutos vermelhos;
Boca: Macio e aveludado. Bem estruturado, os taninos e a acidez estão bem conjugados com a fruta abundante;






Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Terra Nostra, Compal, Margão, Pimensor, Sovex, Necton Quinta das Arcas pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.