Secretos de Coentrada











500 g de secretos de porco FRANCISGOOD
1 folha de louro
1/2 copo de vinho branco
8 dentes de alho
Vinagre (usei o vinagre de Pêra rocha do Oeste da Paladin)
200 ml de azeite virgem extra CASA ANADIA Private Collection
1 pitada de pimenta branca Margão
Flor de sal Marnoto
1/2 raminho coentros picados, biológicos, Aroma Alentejo (adquirir por aqui)


Migas de broa com feijão e grelos:
1 ramo de grelos de nabo
1 pitada de bicarbonato de sódio Cimarrom
1 broa de milho 
1 lata de feijão manteiga Compal da Horta
80 ml de azeite
8 dentes de alho
Sal q.b. (usei a flor de sal Marnoto)
1 pitada de pimenta branca Margão


Grelhador a carvão, portátil, sem fumo ArtiGrill (adquira por aqui)
Carvão casca de côco, ecológico, ArtiGrill (adquira por aqui)
Prato, 22 cm, branco, coleção Pérola da MOLDE
Tigela com medalhões, 14 cm, turquesa, coleção Pérola da MOLDE



Comece por temperar os secretos com sal, pimenta, vinho branco, dentes de alho picados e louro. Envolva bem e deixe marinar de um dia para o outro.
Aqueça o grelhador a carvão e adicione-lhe a carne, grelhando-a de ambos os lados.
Retire a carne para um prato, corte-a em tirinhas e tempere com sal, azeite, vinagre, os restantes dentes de alho picados e coentros também picados. Reserve por alguns minutos para que os sabores se libertem.
Enquanto isto, prepare as migas; lave os grelos e descarte os talos mais duros e as folhas estragadas. Leve-os a cozer por 4 minutos em água fervente temperada de sal e bicarbonato de sódio. 
Escorra bem os grelos e pique-os grosseiramente, reserve a água de cozedura.
Aqueça o azeite, numa frigideira larga, e junte-lhe os dentes de alho laminados. Acrescente os grelos e saltei-os um pouco. Adicione e o miolo de broa, bem esfarelado, e mexa até que absorva toda a gordura. Junte o feijão escorrido e vá adicionando o caldo da cozedura, apenas pouco, mexendo sempre até as migas estarem na consistência pretendida (húmidas, mas sem estarem empapadas).





Para acompanhar este prato, recomendo:

Casa Anadia Dão 2014
Casa Anadia


Castas: Touriga Nacional, Alfrocheiro, Jaen.
Vinificação: Com maceração pre-fermentativa a baixa temperatura, e com elevação de temperatura durante a fermen­tação até aos 26°C com remontagens muitos suaves.

Estágio: 9 meses em barrica de 2° utilização.

Ano: 2014



O vinho Casa Anadia Dão pretende recordar as ligações do Palácio aos anos de produção de séculos anteriores e resulta numa esplendida combinação das castas que dão origem a um vinho elegante e mineral de cor encarnada viva e profunda. Aromas e sabores delicados de frutos vermelhos associadas a notas florais.
Corpo elegante, com taninos firmes de grande finesse em perfeito equilíbrio com o álcool e acidez, assim se caracteriza este vinho como fiel exemplo da tradição secular.

Visite o site: http://www.casaanadia.pt




Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à FRANCISGOOD, Compal, Molde, Artigrill, Paladin, CimarromAroma Alentejo, Margão, Marnoto e Casa Anadia pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.