Frango à Parmegiana








4 panados de peito de frango, grandes, congelados FRANCISGOOD
1 tomate redondo, grande
150 g de queijo flamengo Lacticínios do Paiva
Folhas de mangericão, biológico, Aroma Alentejo (adquirir por aqui)


Molho de tomate italiano
1 cebola picada
2 c. sopa de azeite
1 dente de alho picado
2 c. chá de concentrado de tomate Compal da Horta
600 g de tomate triturado Compal da Horta
1 c. chá de açúcar
1/2 c. chá de manjericão seco, biológico, Aroma Alentejo (adquirir por aqui)
1/2 c. chá de oregãos secos, biológico, Aroma Alentejo (adquirir por aqui)
1 folha de louro, biológico, Aroma Alentejo (adquirir por aqui)
1 pitada de pimenta branca Margão
Sal marinho Marnoto q.b.



Comece por fritar os panados de frango até dourarem e coloque-os sobre papel absorvente para absorvente a gordura em excesso.
Descasque e pique a cebola e o dente de alho. Leve-os a refogar no azeite, junte o tomate em pedaços pequenos e deixe ferver em lume brando durante 15 minutos, sem tapar. Tempere com o açúcar (não esqueça de adicionar o açúcar porque é ele que retira a acidez do tomate e torna o molho saboroso), o sal, louro e a pimenta, deixando cozer mais 10 minutos. Junte então as ervas aromáticas e continue a cozer o molho durante mais 10 minutos. Misture então o concentrado de tomate mexendo bem. O molho não deve ficar muito fluido, portanto, se isto acontecer, junte mais um pouco de concentrado de tomate. Estará no ponto quando o molho tornar-se espesso e uniforme. Por fim, retire a folha de louro e passe o molho pela varinha mágica.
Num tabuleiro de forno, adicione uma boa porção de molho de tomate e cubra com os panados, uns ao lado dos outros. Adicione o queijo cortado grosseiramente e polvilhe com oregãos.
Adicione uma fila de fatias de tomate sobre os panados e polvilhe com um pouco mais de queijo.
Leve ao forno, previamente aquecido a 200ºC, durante 20 minutos ou até gratinar.
Sirva polvilhado com folhas de mangericão e acompanhe com batata frita ou puré de batata.




Para acompanhar este prato, recomendo:



Arca Nova Branco 
Quinta das Arcas


Denominação: DOC Vinho Verde
Ano: 2016
Castas: Loureiro, Arinto, Trajadura

O vinho mais emblemático da Quinta das Arcas e o primeiro vinho a ser produzido pela empresa. Um vinho muito apreciado pelo seu equilíbrio, pela conjugação perfeita entre os aromas de três das mais famosas castas da região e ainda pela excelente relação qualidade/preço. É também um dos vinhos mais premiados da Quinta das Arcas.

Visite a loja online: www.quintadasarcas.com/lojadaquinta/





Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à FRANCISGOOD, Lacticínios do Paiva, Compal,  Aroma Alentejo, Marnoto, Margão e Quinta das Arcas pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.