Blogger templates

traduzir para inglêsTraduzir para Espanholtraduzir para françêstraduzir para alemão

quarta-feira, 23 de Abril de 2014

Livros na Wook com 25% de desconto e portes grátis!







Hoje é o dia do livro!

Para comemorar a Wook (Porto Editora online) tem imensos descontos para si!


Durante o dia de hoje todos os livros no site Wook estão com 25% de desconto e com os portes de entrega gratuitos!

Aproveite!


Para aproveitar estes fantásticos descontos clique na imagem abaixo!



WOOK - www.wook.pt

Filetes de Peixe Gato com Limão e Tomilho




















4 filetes de peixe gato
1 fio de azeite (usei o azeite virgem extra Acushla)
1 limão pequeno, em raspa
1 pitada de pimenta branca (usei da marca Margão)
Folhas frescas de tomilho q.b.
Sal q.b. (usei o sal marinho Marnoto)
Molho de piri-piri de aroma a manga da marca Flor das Hortas/Pimensor)

175 g de arroz natura 3 rices - arroz branco, selvagem e vermelho - da Novarroz
350 ml de água
1/2 cebola pequena
1 pedacinho de manteiga (usei da marca Terra Nostra)



Comece por temperar os filetes de peixe gato com um fio de azeite, envolvendo-os bem no mesmo. Adicione o sal, pimenta, tomilho e a raspa de 1 limão pequeno. Misture bem o tempero e deixe tomar gosto por, cerca de, 1 hora.
Após este tempo, grelhe o peixe num grelhador ou frigideira, sem qualquer adição de gordura, e em lume brando. Vire o peixe a meio da cozedura e retire-o para uma travessa assim que dourar ligeiramente e se apresentar grelhado.
Enquanto isto, leve ao lume um tacho com a água, cebola e um pedacinho de manteiga. Tempere com sal e, assim que levantar fervura, adicione o arroz. Envolva e cozinhe, em lume brando, com o tacho tapado por cerca de 12 minutos.
Sirva os filetes de peixe acompanhados por arroz natura 3 rices e temperado com molho de piri-piri de manga.



Para acompanhar este prato, recomendo:


Conde Villar Loureiro
Quinta das Arcas


Denominação: DOC Vinho Verde
Ano: 2013
Castas: Loureiro

Vinho com aspecto límpido e cristalino, com leves reflexos palha;
O seu aroma é intenso e frutado com aromas de frutos tropicais como a manga e a banana; leves notas florais que se misturam com a fruta abundante.
Na boca tem uma estrutura bem definida e frescura activa característica de um bom vinho verde.







Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Terra Nostra, NovarrozMargãoAcushla, Pimensor (Flor das Hortas)Necton Quinta das Arcas pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.








Parceria com Sovex :: Produtos dietéticos, de nutrição, suplementos alimentares e cosméticos









É como muito gosto que informo, a todos os que me visitam, acerca da parceria entre o Nárwen's Cuisine e a Sovex.
Esta é uma empresa que se dedica ao comércio de produtos dietéticos, de nutrição, suplementos alimentares e cosméticos. A Sovex já conta com 52 anos e representa marcas de elevado prestígio e de grande qualidade que podem ser adquiridas um pouco por todo o país, em hipermercados, centros dietéticos e ervanárias. 


Tudo começou quando, em 1959/60, o fundador da Sovex, Manuel Gouveia Sobral, em viagens que fez à Inglaterra, aos Estados Unidos da América e ao Canadá, notou a evolução e os cuidados, que estes países dedicavam à alimentação natural. Veio a constatar, posteriormente, que na França, Suíça, Alemanha, Bélgica e mesmo na vizinha Espanha, se fabricavam, igualmente, vários produtos orientados para alimentação racional, chamados dietéticos ou de regime. Verificando a lacuna de tais cuidados e alimentos no nosso país e entusiasmado pelas perspectivas de um comércio inovador e de utilidade para a saúde, começou a planear a comercialização e a possível fabricação destes produtos em Portugal.
Nasce assim, a 10 de Março de 1962 , uma das pioneiras deste comércio em Portugal, a Sovex, inicialmente, com sede na Amadora, tendo como primeiros fornecedores, a centenária Casa Santiveri S. A. de Barcelona (Espanha) e a Fine Foods Inc. da Califórnia (EUA).
Em 1963, a Sovex abre a sua primeira loja, nos números 80-A e 80-B da Rua Passos Manuel em Lisboa. Seguem-se em 1966, as lojas do Porto e de Setúbal, que foram de grande utilidade no desenvolvimento da dietética em Portugal, pelos esclarecimentos prestados às pessoas e pela sua divulgação.
Os primeiros produtos comercializados foram sobretudo alimentares: bolachas, massas, pão e arroz integrais, vinagre de maçã, mel, melaço, extrato de malte, farinha de soja, compotas, pólen granulado, chás, chocolates para diabéticos, pudins e as farinhas “Fani”.
Os primeiros anos foram pautados por muitas dificuldades inerentes a um desconhecimento generalizado sobre a alimentação racional, por parte do público e por parte das autoridades que não sabiam que tipo de lei deviam aplicar ou como deveriam classificar estes produtos – na altura, a Direção Geral de Saúde inclui-os no ramo das mercearias.
Nesse tempo, teve de ser feito um trabalho de esclarecimento e de formação em todo o País, por vezes directa e pessoalmente pelo fundador, outras vezes por correio, jornais e revistas, dando conta da existência e da utilidade destes produtos.
À medida que os consumidores foram tomando conhecimento dos benefícios de uma alimentação saudável, foram pedindo uma gama cada vez mais vasta de produtos. Em consequência, foram surgindo mais colaborações com fornecedores estrangeiros e alargando-se o leque de produtos comercializados: Keimdïat (Alemanha), Vitagermine (França), Schoenenberger (Alemanha) e Lima (Bélgica).
A presença durante estes últimos anos em variadíssimos Congressos, Feiras e Exposições, foi igualmente uma forma de a marca se dar conhecer a terapeutas, lojistas e público em geral.
Durante os seus 52 anos de vida, a Sovex tem comercializado, em exclusivo e em estreita colaboração com as suas representadas de elevado prestígio no mundo da dietética e da nutrição, especialidades de qualidade extra nos ramos da alimentação, dos suplementos alimentares e da cosmética. Com o lema “seja saudável” acompanhou a evolução do mercado, sempre com novos produtos. Hoje, comercializamos cerca de 500 referências e pretendemos continuar a manter a preferência dos nossos clientes e seguir novas tendências, com produtos inovadores. (fonte: http://www.sovex.pt/empresa/)




Para ficar a conhecer um pouco melhor esta fantástica empresa e os seus produtos de grande qualidade, visite:

Site: www.sovex.pt
Facebook: https://www.facebook.com/sovex.pt

Caso deseje informações acerca dos pontos de venda (ou o ponto mais próximo de si) visite o site da empresa ou envie um e-mail para geral@sovex.pt .



Para finalizar, vou mostrar algumas fotografias com os produtos que a Sovex teve a gentileza de me oferecer. Posso dizer que, ao abrir a embalagem enviada, um sorriso instalou-se no meu rosto e não mais de lá saiu.

E é fácil de perceber porquê! Pois quem não gosta de receber produtos de grande qualidade?









Açúcar Mascavado de Cana


Este açúcar mantém o seu valor nutritivo original, porque não sofreu qualquer processo de refinação.










Almôndegas – Substituto da carne/soja

Uma deliciosa opção vegetariana, à base de proteína de soja. Estas almondegas, preparadas em molho de tomate, estão prontas para serem aquecidas e saboreadas.

Ingredientes:
Tomate (48%), água, proteína de soja, glúten, farinha de trigo dextrinada, óleo vegetal, cebola, flocos de cevada, albumina de ovo em pó, aromas, amêndoas, avelãs, sal marinho, especiarias e alho em pó







Cacau em Pó (com frutose)


Preparado de cacau em pó, para pequenos-almoços ou lanches. Não contém sacarose adicionada, contém frutose. Alto teor em fibra.

Ingredientes:
FRUTOSE (55%), CACAU EM PÓ (25%), AMIDO DE TRIGO E AROMA.










Galletes de Milho


Galletes de milho, ideais para consumir como snack ou como substituto do pão, simples ou barradas com mel, margarina, doces, etc. Sem glúten.
Ingredientes:
Milho 92,4%, arroz completo, sal marinho, azeite virgem extra.









Nachos Bio Natural


Snacks estaladiços, elaborados a partir de milho proveniente de agricultura biológica, deliciosos para comer simples ou mergulhados em molhos.

Ingredientes:
Farinha de milho* 75%, óleo vegetal*, sal marinho. Pode conter vestigios de sésamo.
*Proveniente de agricultura biológica





Slim Noodles


O maravilhoso segredo asiático para a perda de peso. Feita com fibra de aveia e farinha de konjac, esta é uma alternativa que permite saborear todo o tipo de pratos de massa, com menos calorias do que as existentes nas massas tradicionais. Adequada a regimes de celíacos, vegans, vegetarianos, diabéticos e kosher.

Ingredientes:
Água, juroat™ 4,4% (farinha de konjac e fibra de aveia), agente de endurecimento: hidróxido de cálcio, corante: dióxido de titâni



Le Veneziane – Aletria/Capellini

Massa tradicional italiana elaborada com farinha de milho para quem é intolerante ao glúten. Com baixo teor em gorduras.

Ingredientes:
Farinha de milho, emulsionante (mono e diglicéridos de ácidos gordos de origem vegetal).




Óleo de Sésamo Virgem Bio

Óleo de primeira pressão a frio com sésamo proveniente de agricultura biológica de comércio justo com um pequeno exportador do Burkina Faso (sésamo de elevada qualidade, atestada pela etiqueta Ecocert, presente na embalagem). O óleo de sésamo é particularmente apreciado do ponto de vista dietético pelo seu elevado teor em ácido gordo insaturado Omega 6 e o seu doce aroma confere um toque deliciosamente asiático a qualquer prato ou acompanhamento. Pode ser moderadamente aquecido.

Ingredientes:
Óleo de sésamo virgem proveniente de agricultura biológica.








Tahin - Creme de Sésamo Bio


Creme de sésamo para barrar ou para temperar, elaborado com ingredientes provenientes de agricultura biológica

Ingredientes:
Sementes de sésamo 99,5%*, sal marinho*
* ingredientes provenientes de agricultura biológica









O meu muito obrigada à Sovex pela simpatia e pelos produtos fantásticos que me enviaram.

Por fim, posso dizer que é de louvar a qualidade dos produtos e que estou desejosa de fazer receitas com eles para, mais tarde, partilhar convosco.



terça-feira, 22 de Abril de 2014

Escalopes de Vitela com Crosta de Mel, Aveia e Frutos Secos

















3 escalopes de vitela
1 dl de azeite (usei o Azeite Castelo de Marvão)
100 g de flocos finos de aveia
2 colheres de sopa de mel claro (usei o Mel Serra de Portel)
80 g de miolo de noz picado grosseiramente
30 g de amêndoa picada
1 pitada de pimenta branca (usei da marca Suldouro)
Sal q.b. (usei o sal marinho Marnoto
Massa de ovo q.b.


Corte os escalopes de vitela ao meio e tempero-os com sal e pimenta branca, deixando-os tomar gosto por, cerca de, meia hora.
À parte, misture o mel com a aveia, a noz e a amêndoa, misturando-os bem.
Aqueça o azeite e core a carne de um dos lados, vire e espalhe um pouco da mistura de frutos secos sobre a parte cozinhada, formando uma espécie de crosta. Deixe cozinhar até estar a seu gosto e sirva de imediato acompanhado por massa de ovo.



Para acompanhar este prato, recomendo:



Douro Reserva 2008 - Quinta do Estanho


Vinho do Douro tinto, produzido a partir das castas Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz e Tinta Barroca.
Verificado em cubas de inox com temperaturas controladas, curtimenta longa e remontagens frequentes.

Estagia um ano em cascos de carvalho francês novo e depois em garrafa, originando um vinho equilibrado, encorpado e com taninos presentes mas redondos e um final de boca limpo, persistente, e aveludado.
Aroma limpo, fino e bem estruturado.







Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Mel Serra de Portel, Azeite Castelo de Marvão, Suldouro, Necton e Quinta do Estanho pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.







sexta-feira, 18 de Abril de 2014

Pão Doce de Páscoa à Italiana (Pane di Pasqua)





















400 g de farinha
80 g de açúcar
165 ml de leite quente (usei o leite meio-gordo da Terra Nostra)
2 ovos
35 g de manteiga (usei da marca Terra Nostra)
25 g de fermento fresco
1/2 colher de chá aroma de anis
1/2 colher de chá de sal (usei a flor de sal Marnoto)

Decoração:
4 ovos cozidos de casca clara
1 colher de sopa de corante alimentar vermelho
1 colher de sopa de vinagre (usei da marca Paladin)
200 ml de água fervente
Leite q.b.
Pepitas multicolores do Multi Deco da Vahiné


Dissolva o fermento no leite quente e junte-lhe 125g da farinha, envolva bem e deixe repousar, tapado, por 30 minutos.
Após este tempo, junte a restante farinha à massa-mãe que esteve a repousar e adicione, também, o açúcar, misturando-os. Acrescente a manteiga amolecida, o aroma de anis, o sal e amasse bem. Por fim, junte o ovo e amasse, sovando, durante uns minutos ou até a massa  se apresentar lisa  e fofa (se necessário, junte mais farinha).
Forme uma bola com a massa, coloque-a num recipiente bem tapado com um pano grosso e deixe levedar, protegida de correntes de ar, até dobrar de volume (cerca de 2 horas).
Enquanto isto, misture a água fervente, o corante vermelho e o vinagre num copo largo. Coloque um ovo cozido no interior de uma vara de arames e mergulhe-os na mistura anterior, tendo em conta que o ovo deve estar submerso. Deixe-o assim por 5 minutos e transfira a vara de arames para um copo vazio para que o ovo seque. Execute este processo com os restantes ovos cozidos.
Entretanto, coloque a massa sobre uma superfície enfarinhada, divida-a em 8 bolas do mesmo peso e forme cordas com 30cm de comprimento. Una as pontas de duas das cordas e entrelace-as. Forme um anel com a massa entrelaçada, juntando as pontas e amassando-as ligeiramente com as pontas dos dedos. No centro do anel de massa, coloque um ovo pintado. Execute o mesmo processo para mais três folares.
Transfira os folares para dois tabuleiro forrados com papel vegetal, tape-os com um pano, e deixe levedar por mais 30 minutos.
Seguidamente, pincele os folares com leite e salpique-os, abundantemente, com as pepitas multicolores. Leve ao forno, pré-aquecido a 180ºC, por cerca de 20-30 minutos (faça o teste do palito).




Para acompanhar estes biscoitos, recomendo:


Porto Tawny
Ramos Pinto


O Tawny é um blend de 3 a 5 anos obtido por lotação de vinhos com um grau de maturação variável, conduzido através de envelhecimento em cascos e tonéis. Envelhecido em pipas, apresenta-se sempre mais evoluido do que o Ruby.

Notas de Prova:
Cor vermelha tawny, com menisco cor de topázio.
No aroma, a primeira impressão é de leveza, evoluindo para uma grande suavidade adquirida pelo estágio em madeira.
A sensação na boca é leve, quente e de grande macieza, resultado do seu envelhecimento.

Este “adolescente” é um Porto maduro e frutado com um carácter complexo e delicado. No final, o equilíbrio é perfeito, conferindo-lhe uma saborosa delicadeza.





Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação destes biscoitos.

O meu muito obrigada à Terra Nostra, Vahiné, Paladin, Necton e Ramos Pinto pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.




Imprimir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...