Blogger templates

traduzir para inglêsTraduzir para Espanholtraduzir para françêstraduzir para alemão

terça-feira, 29 de Julho de 2014

Salada de Melão e Presunto com Molho Agridoce


















200 g de presunto (usei o presunto português da marca Nobre)
1/2 melão verde
1 alface

Molho Agridoce:
6 colheres de sopa de azeite de qualidade (usei o azeite biológico virgem extra da marca Acushla)
2 colheres de sopa de mel (usei o mel biológico da marca Acushla)
6 colheres de sopa de vinagre (usei o vinagre de maracujá da Paladin)
2 colheres de sopa de mostarda (usei da marca Paladin)
1 pitada de pimenta branca (usei da marca Margão)
Sal q.b. (usei a flor de sal Marnoto)


Lave a alface, corte-as em pedaços pequenos e forre uma travessa de servir com a mesma. 
Forme bolinhas de melão com um utensílio próprio para o efeito (ou corte-o em pedaços pequenos) e reserve. Faça um rolinho com cada fatia de presunto e corte-o a meio formando dois rolos mais pequenos.
Na travessa que preparou, e sobre a cama de alface, adicione rolinhos de presunto intercalados com as bolinhas de melão.
Sirva de imediato regado com o molho agridoce.

Para preparar o molho agridoce deve misturar o azeite com o mel e o vinagre. Acrescente a mostarda mexendo bem e tempere com um pouco de sal e pimenta.



Para acompanhar esta entrada, recomendo:



Espumante Conde Villar Bruto
Quinta das Arcas


Denominação: Espumante Bruto Reserva
Ano: 2011

Espumante natural com aromas delicados e frutados. Apresenta caraterísticas organolépticas excecionais, com acidez crocante e bem equilibrada conferem-lhe um final bem longo e distinto. Ideal para acompanhar ocasoões de celebração ou ainda para acompanhar doçaria tradicional.









Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação desta entrada.

O meu muito obrigada à Acushla, Nobre, Paladin, Margão, Necton Quinta das Arcas pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.







segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Bolo de Mirtilos Nevado

















220 g de farinha
1.5 c. chá de fermento em pó (usei da marca Fermipan)
1 pitada de sal
1 c. chá de mel claro (usei o mel biológico Acushla)
175 g de açúcar 
200 g de manteiga (usei da marca Terra Nostra)
1 limão pequeno, em raspa
1/3 colher de chá de aroma de baunilha (usei da marca Vahiné)
2 ovos, em temperatura ambiente
120 ml de buttermilk* (usei o leite meio-gordo Terra Nostra + 1.5 c. chá de sumo de limão)
200 g de mirtilos

Cobertura:
400 ml de natas
3 colheres de chá de sumo de limão
5 colheres de sopa de açúcar
Mirtilos q.b.

* Buttermilk: faça-o em casa juntando 1.5 colher de chá de sumo de limão a 120 ml de leite e aguarde 10 minutos.



Pré-aqueça o forno a 180ºC e prepare uma forma de chaminé com capacidade para 1400 ml, untando-a e enfarinhando-a.
Na batedeira, junte o açúcar com a raspa de limão e envolva-a com a ponta dos dedos para que liberte o seu aroma. Adicione a manteiga e bata em velocidade média por uns 5 minutos ou até formar um creme fofo. Diminua a velocidade e adicione os ovos, um a um, batendo bem após cada adição. Incorpore também a baunilha e o mel, batendo.
À parte, misture a farinha com o fermento e sal e adicione-a, por 3 vezes, à massa de manteiga, intercalando com o buttermilk.Noutro recipiente, misture os mirtilos com 1.5 colher de sopa de farinha, de modo a que estes fiquem completamente envoltos na mesma, e incorpore-os à massa, misturando com delicadeza.
Verta a massa na forma preparada, alise a sua superfície e leve ao forno por, cerca de, 40-50 minutos (faça o teste do palito).
Retire do forno, deixe arrefecer por meia hora na forma e desenforme para um prato de servir.

Leve as natas ao congelador 20 minutos antes de as usar e bata-as em chantilly firme juntamente com o sumo de limão. Adicione-lhes o açúcar e bata para incorporar. 
Cubra todo o bolo com o chantilly e decore com mirtilos a gosto.



Para acompanhar este bolo, recomendo:


Porto Ruby
Ramos Pinto


É um blend de vinhos com 3 anos de idade, em que se procura suster a evolução da sua cor tinta, mantendo o aroma frutado e o vigor dos vinhos jovens.

Notas de Prova:
Cor vermelha densa, mais intensa do que a do Tawny.
Vivo e intenso. Aromas fortes a frutos característicos das castas, isto é, aromas primários como cereja, amora, ameixa e framboesa, com um ligeiro toque de canela.
O ataque é bastante volumoso devido à sua jovialidade e quantidade de fruto. Pela via rectro-nasal, apercebemo-nos das suas purezas aromáticas provenientes dos aromas das uvas.
Final compacto e longo.





Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste bolo.

O meu muito obrigada à Terra NostraVahiné e Ramos Pinto pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.




sexta-feira, 25 de Julho de 2014

Salada Gourmet de Mirtilos, Melão e Fiambre de Peru

















125 g de mirtilos frescos
150 g de fiambre de peito de peru (usei o fiambre de peito de peru da Campofrio)
2 alfaces baby
3 fatias de melão verde
1 raminho de rúcula selvagem
1 embalagem de biscottinas de alho e salsa da marca Rústica / Rialto

Molho de iogurte:
1 limão médio
1 fio de azeite de qualidade (usei o azeite biológico virgem extra da marca Acushla)
1 copo de iogurte grego natural
1 pitada de pimenta (usei da marca Margão)
1/2 colher de chá de hortelã-pimenta picada
Sal q.b. (usei a flor de sal Marnoto)


Comece por cortar o melão e o fiambre em cubinhos.
Num prato de servir, faça uma cama de alface baby e adicione o melão, o fiambre e os mirtilos.
Enquanto isto, prepare o molho misturando o iogurte com o azeite e o sumo de limão. Envolva bem para obter um molho homogéneo. Tempere com sal e pimenta e adicione as folhas de hortelã picadas, misture novamente para incorporar.
Sirva a salada de imediato regada com o molho de iogurte.


Para acompanhar este prato, recomendo:



Quinta da Lixa Branco 
O tal Vinho da Lixa

Castas: Loureiro, Alvarinho e Trajadura
Região: Vinhos Verdes

O Quinta da Lixa é produzido com algumas das mais nobres castas da região dos vinhos verdes, produzidos e vinificados na região que lhes dá o nome.
Aspecto brilhante e cor citrina. No aroma apresenta um carácter frutado com algumas nuances a frutos tropicais e um caracter floral.
Na boca confirma toda a expectativa criada pela intensidade do aroma, muito equilibrado, este vinho apresenta-se seco com complexidade e persistência.






Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à CampofrioAcushla, Margão, Rialto, Necton Quinta da Lixa pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.






quinta-feira, 24 de Julho de 2014

Resultado do Passatempo "Vamos de Férias com La Gondola"







Já temos o sortudo que receberá o fantástico prémio La Gondola, composto pelas suas novas conservas gourmet! Quero agradecer à La Gondola pela iniciativa proposta e pela simpatia tantas vezes demonstrada. Obrigada também às outras bloggers que participaram neste passatempo.


Por fim, agradeço a todos os que participaram e, se não foram os vencedores, não se deixem desmotivar porque, de certeza, que haverá mais oportunidades!

Num total de 113 participações válidas, o vencedor foi escolhido através do random.org e o número seleccionado foi o 75!







O vencedor é:



Assim, peço ao vencedor que nos envie um e-mail para narwen_ninniach@hotmail.com com os seguintes dados:

- Endereço da sua página pessoal no facebook
- Nome completo
- Morada completa
- Contato










O vencedor tem o prazo de 10 dias para reclamar o seu prémio ou, este, será entregue a outro participante selecionado por random.org.

(Os números sorteados pelo site random.org correspondiam a estes participantes no momento da verificação por nossa parte, pelo que não nos responsabilizamos por eventuais alterações da ordem dos mesmos por motivos que nos são alheios como, por exemplo, participantes que apaguem os seus comentários)


Obrigada a todos a vossa participação!  




Caril de Grão com Frango e Coco


















350 g de grão cozido (usei da marca Compal)
450 g de peito de frango
1 fio de óleo de sésamo (usei o óleo de sésamo biológico da marca Sovex)
1 cebola grande
3 dentes de alho
1 c. chá de mel claro (usei o mel biológico da marca Acushla)
1 pimento amarelo pequeno
1 c. sopa de coentros frescos picados
2 c. chá de caril (usei o Caril Madras da marca Aromas e Especiarias)
1/2 c. chá de gengibre
1/2 pau de canela
1 c. chá de açafrão-da-índia
100 ml de leite de coco (usei da marca Ayam)
300 ml de água fervente
1 cubo de caldo de galinha
1/2 c. chá de concentrado de tomate (usei da marca Compal)
Piripiri em flocos q.b.
Sal q.b.

200 g de arroz basmati (usei o Oriente Arroz do Mundo Basmati)
400 g de água
Sal q.b. (usei a flor de sal Marnoto)
1 cardamomo verde (usei da marca Aromas e Especiarias)


Comece por cortar o peito de frango em tiras pequenas e tempere com um pouco de sal.
Enquanto isto, coloque no processador de alimentos metade da cebola, 1/3 do pimento amarelo, os dentes de alho, o mel, o cubo de galinha e os coentros. Triture bem e acrescente o gengibre, o açafrão e o caril. Triture novamente para formar uma pasta homogénea.
Aqueça o óleo de sésamo e junte-lhe o frango para dourar de ambos os lados. Quando pronto, reserve-o num prato e acrescente, ao tacho, a restante cebola picada e o pimento fatiado. Deixe cozinhar um pouco e adicione a pasta amarela que preparou, deixando refogar por 5 minutos. 
Acrescente a água fervente, o pedaço de canela, o grão, o concentrado de tomate e misture. Tempere com piripiri a gosto e adicione o leite de coco e o frango que reservara.
Reduza o lume e deixe ferver, lentamente, durante 30 minutos, ou até o molho se apresentar espesso.

Enquanto isto, leve a água ao lume temperada com sal a gosto e cardamomo verde. Quando ferver acrescente o arroz e tape. Mexa ocasionalmente, e deixe cozer, em lume brando, durante, aproximadamente, 10 minutos.
Sirva o caril acompanhado pelo arroz basmati.



Para acompanhar este prato, recomendo:



Volúpia Branco 
Caves do Solar de São Domingos


Castas: Sauvignon blanc (50%), Chardonnay (35%) e Maria Gomes (15%)

Notas de prova:
Aroma intenso e complexo, em que a mineralidade predomina sobre as notas florais e citrinas. Cheio e volumoso na boca, de acidez subtil, revela a fruta em toda a sua plenitude, tornando-se um conjunto de
qualidade única.










Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Compal, Novarroz, Ayam, AcushlaSovex, Aromas e Especiarias, Necton e Caves do Solar de São Domingos pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.












































Imprimir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...