Flaugnarde de Morangos e Baunilha

















Clafoutis é uma sobremesa de origem francesa, proveniente da região Limousin no século XIV. Esta é uma espécie de pudim flã guarnecido com cerejas pretas e polvilhado com açúcar. Na clafoutis original só as cerejas podem ser utilizadas enquanto que se forem usadas outras frutas o nome da sobremesa já é diferente.
Estou a falar da Flaugnarde que é exactamente igual à clafoutis em toda a confecção e ingredientes, excepto na fruta usada. Esta pode conter morangos, ameixas, mirtilos, framboesas e até mesmo; maçãs, pêssegos ou pêras. 
Semelhante a uma grande panqueca, esta sobremesa, é, por fim, polvilhada com açúcar de confeiteiro e pode ser servida quente ou fria.





125 g de farinha de trigo
200 g de açúcar
6 ovos
250 ml de leite
400 g de morangos
1 cálice de kirsch (ou conhaque/ rum)
1.5 colher de chá de essência de baunilha
Açúcar em pó q.b.





Pré-aqueça o forno em 180ºC.
Unte com margarina um refractário de 23cm de diâmetro (de vidro ou cerâmica). Reserve.
Lave os morangos, retire-lhes o pé e deixe-os secar completamente. Após isto, corte-os em metades. Disponha-os no fundo do refractário com a parte cortada cortada para baixo.
Num recipiente misture a farinha com o açúcar e os ovos (retire a membrana branca da gema com a mão, mas se não tiver prática, passe-os na peneira). Acrescente o leite aos poucos, o kirsch e a essência de baunilha, misturando bem até obter um creme homogéneo. 
Verta a massa sobre os morangos, delicadamente. Leve ao forno, por aproximadamente, 35 minutos, devendo apenas dourar levemente (vai parecer cru, mas é assim que tem que ser retirado do forno, senão fica com sabor de omelete).
Polvilhe com açúcar em pó, ainda morna ou fria.